Navegue:
Petrobras (PETR4): comitê vai analisar indicação de novo presidente na sexta-feira

Petrobras (PETR4): comitê vai analisar indicação de novo presidente na sexta-feira

Enquanto isso, o diretor-executivo de Exploração e Produção, Fernando Borges, ocupa a função interinamente

Fachada de prédio da Petrobras

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

Depois de ter recebido os relatórios necessários, a Petrobras (PETR4) informou que seu Comitê de Elegibilidade (CELEG) deverá se reunir na tarde de sexta-feira (24) para analisar a indicação de Caio Paes de Andrade à presidência da companhia.

O objetivo do comitê é avaliar se o nome indicado se adequa às regras de governança da companhia e à legislação aplicável.

A troca no comando da estatal foi acelerada após a renúncia do então presidente da companhia, José Mauro Coelho, na última segunda-feira (20), em meio a pressões do governo para a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a direção da estatal após o reajuste de preços anunciado na última sexta-feira (17).

Leia mais:
Por que a Petrobras (PETR4) terá pelo menos mais quatro meses de turbulência; é hora de comprar?

Indicado pelo governo para assumir a presidência da estatal, Caio Paes de Andrade ainda precisa ser aprovado como membro do conselho em assembleia geral extraordinária (AGE), que elegerá também os demais integrantes. A assembleia ainda não foi marcada.

Uma vez convocada, a assembleia tem até 30 dias para acontecer. Enquanto isso, o diretor-executivo de Exploração e Produção, Fernando Borges, foi nomeado como presidente interinamente.

Possíveis conflitos à frente

De acordo com a equipe de analistas do Itaú BBA, em relatório distribuído a clientes em 24 de maio, a indicação de Paes de Andrade pode esbarrar no estatuto da companhia e na Lei das Estatais.

O estatuto da Petrobras exige que os membros da diretoria executiva tenham pelo menos dez anos de experiência em liderança, preferencialmente no setor ou áreas afins. “Não está claro se o Sr. Andrade atenderá aos requisitos do estatuto da Petrobras, uma vez que tem menos de dois anos de experiência no setor”, disse o banco.

⇨ Acompanhe as notícias de mais de 30 sites jornalísticos de graça! Inscreva-se no TradeMap!

Andrade tem experiência na área de TI, tendo fundado empresas ligadas a essa área como a WebForce Investimentos e outros provedores de internet (PSTNET e HPG), além de empreendimentos imobiliários (Maber) e no agronegócio, aponta o Itaú BBA.

No governo, Andrade foi presidente do Serpro (Serviço de Processamento de Dados) e depois assumiu a Secretária Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, onde é responsável pela Plataforma GOV.BR.

A experiência mais próxima do setor de petróleo é como membro do conselho da estatal Pré-Sal Petróleo (PPSA), cargo que ocupa desde janeiro de 2021, de acordo com informações do Linkedin de Andrade.

Compartilhe:

Compartilhe: