Navegue:
Inflação nos EUA, Covid na China e PEC no Brasil – veja o que importa na semana

Inflação nos EUA, Covid na China e PEC no Brasil – veja o que importa na semana

Investidores ainda acompanham dados da atividade brasileira, como pesquisas de comércio e serviços de maio

Gráfico de ações

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

A semana promete ser agitada, com o surto de Covid-19 na China e a expectativa pelos números de inflação nos Estados Unidos em junho, votação da PEC dos Benefícios e a divulgação de dados da atividade brasileira em maio.

Segundo informações da Bloomberg, cerca de 30 milhões de chineses estão sob algum tipo de restrição à circulação por causa do aumento de casos de coronavírus no país, que possui uma política de “Covid zero”. O país informou a descoberta de uma subvariante da Ômicron, que poderia ser mais resistente do que a variante original.

Neste domingo (10), 352 novos casos de Covid foram reportados, com 60 infecções em Xangai, cenário que aumenta os temores de que um novo lockdown rigoroso seja decretado na cidade. Na próxima quinta (14), saem os números do PIB (Produto Interno Bruto) chinês no segundo trimestre.

Leia mais:
China compra menos do Brasil por lockdowns, enquanto Europa importa mais petróleo brasileiro

No cenário internacional, os investidores ainda aguardam os dados do CPI (índice de preços ao consumidor) nos EUA em junho, que serão informados na quarta-feira (13) e do PPI (índice de preços ao produtor), na quinta-feira. Os números devem ajustar as expectativas para os próximos movimentos de juros do Federal Reserve, o banco central americano.

Na manhã desta segunda-feira (11), os índices futuros americanos operam em queda. Por volta das 8h, o Dow Jones caía 0,39%, o S&P 500 recuava 0,53% e o Nasdaq estava em queda de 0,72%. No mesmo horário, o Euro Stoxx 50 perdia 0,57%.

Por que isso importa? 

Uma nova onda de lockdowns rigorosos na China, maior parceiro comercial do Brasil, pode refrear ainda mais o crescimento do país, reduzindo a demanda e a oferta de matérias-primas e insumos. Os números da inflação americana em junho devem ajustar as expectativas do mercado para os próximos aumentos de juros pelo Federal Reserve – taxas mais elevadas nos EUA retiram a atratividade de ativos de risco ou de países emergentes como o Brasil.

PEC dos Benefícios e dados de atividade

Os investidores ainda acompanham a votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Benefícios, que deve ser votada na Câmara nesta terça-feira (12). A proposta eleva o valor do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600, cria um auxílio caminhoneiro de R$ 1.000 e eleva o valor do vale-gás em um ano eleitoral, criando despesas adicionais de mais de R$ 40 bilhões até o final do ano.

Além disso, o mercado está de olho na divulgação das pesquisas de comércio e serviços do IBGE para maio, que serão informadas amanhã e na quarta-feira, respectivamente.

Saiba mais:
Taxa de desemprego cai para 9,8% em maio, menor nível desde 2015

Por que isso importa?

Quando o risco de descontrole das contas públicas de um país se eleva, investidores passam a pedir taxas de juros maiores lá na frente para emprestar dinheiro ao governo, o que tem impacto no mercado como um todo. 

Os números de comércio e serviços podem confirmar uma atividade econômica brasileira mais aquecida do que os economistas vinham esperando para o segundo trimestre.

Veja abaixo a agenda completa:

Segunda-feira

Às 8h25, o Banco Central informa a pesquisa Focus, com as projeções de especialistas para juros, inflação, câmbio e PIB.

Às 8h, a FGV informa a primeira prévia de julho do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado).

Terça-feira

Às 9h, o IBGE divulga a Pesquisa Mensal de Serviços de maio.

Quarta-feira

Às 9h, o IBGE informa a Pesquisa Mensal de Comércio de maio.

Às 9h30, a secretaria de estatísticas trabalhistas dos EUA divulga o CPI (índice de preços ao consumidor) de junho.

Às 15h, o Federal Reserve divulga o Livro Bege.

Quinta-feira

Às 9h30, a secretaria de estatísticas trabalhistas dos EUA informa o PPI (índice de preços ao produtor) dos EUA em junho.

Às 9h30, saem os pedidos de auxílio desemprego nos EUA na semana até 8 de julho.

Às 23h, a China divulga o PIB do segundo trimestre.

Sexta-feira

Às 10h, a CNI (Confederação Nacional da Indústria) divulga a Sondagem Industrial de junho.

⇨ Acompanhe seus ganhos e gastos e cuide melhor do seu dinheiro. Baixe o GranaMap!

Compartilhe:

Compartilhe: