Navegue:
CSN (CSNA3) desiste de oferta de ações da CSN Cimentos

CSN (CSNA3) desiste de oferta de ações da CSN Cimentos

Empresa foi a 15ª companhia neste ano a desistir de abertura de capital

CSN Cimentos, divulgação

Foto: Divulgação / CSN Cimentos

Por:

Compartilhe:

Por:

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) desistiu de listar a sua unidade de cimentos na Bolsa, citando como justificativa “condições adversas no mercado interno e internacional”. A empresa havia entrado com pedido de oferta primária dos papéis em maio do ano passado. Agora, junta-se a outras 14 empresas que desistiram de lançar ações no mercado em 2022.

Veja mais:
Brasil tem mercado para IPOs, mas janela de 2022 deve abrir no 2º semestre

A CSN Cimentos começou suas atividades em maio de 2009 e cerca de seis anos depois foi incorporada à CSN. De lá até o começo do ano passado, a operação de cimentos atuava como uma unidade de negócios da siderúrgica, que em janeiro de 2021 decidiu segregar estas atividades novamente em uma nova companhia.

Os dados mais recentes sobre a CSN Cimentos mostram que no terceiro trimestre do ano passado as vendas da companhia aumentaram 8,6% em relação a igual período de 2020, impulsionados pela integração da Elizabeth Cimentos.

Por volta das 10h30 (de Brasília), as ações da CSN (CSNA3) subiam 0,61%, a R$ 26,56 por papel.

Compartilhe:

Tags:

Compartilhe: