Navegue:
Bolsas internacionais dão sinais de recuperação nesta sexta-feira

Bolsas internacionais dão sinais de recuperação nesta sexta-feira

No Brasil, temos o resultado financeiro da Petrobras e de outras empresas, que devem ser absorvidos pelo mercado ao longo do dia.

Ibovespa - divulgação
Por:

Compartilhe:

Por:

Bolsas asiáticas se recuperaram nesta sexta-feira, 14, e fecharam em alta. Em partes pela queda nos preços das commodities, que diminui as preocupações com o risco de uma inflação maior nos Estados Unidos e em outros países. Entretanto, o mercado segue atento aos novos surtos de casos de coronavírus na Índia e países arredores.

As bolsas europeias seguiram pelo mesmo caminho e abriram em alta também. Porém, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, demonstrou preocupação com a nova variante da Covid-19 detectada na Índia. Já se fala que esse vírus tem maior potencial de transmissão.

Os futuros americanos estão no campo positivo nesta manhã, refletindo a queda nos pedidos de auxílio-desemprego e também a diminuição nos preços das commodities.

Na agenda de indicadores do país, hoje teremos dados importantes para medir a recuperação econômica, como a divulgação das vendas do varejo referente ao mês de abril, da produção industrial do mesmo período e da confiança do consumidor no mercado americano.

Cenário brasileiro

No Brasil, a Advocacia-Geral da União (AGU) acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir o direito ao silêncio e barrar qualquer possibilidade de prisão durante a fala do ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, à CPI da Covid-19, marcada para a próxima quarta-feira, 19.

No depoimento de ontem, 13, do presidente regional da Pfizer no Brasil, Carlos Murillo, o executivo afirmou aos senadores que os primeiros contatos com o governo brasileiro ocorreram entre maio e junho de 2020.

Naquele momento, a Pfizer teria oferecido ao Ministério da Saúde 1,5 milhão de doses para entregar ainda em 2020. De acordo com Murillo, não houve resposta à proposta. “O governo brasileiro não rejeitou, tampouco aceitou a oferta”, disse à CPI.

Ontem o Ibovespa se destacou, após a surpresa de números positivos no indicador de atividade econômica IBC-BR, fazendo com que diversas instituições revisassem suas projeções para o PIB do primeiro trimestre.

Na agenda econômica não teremos indicadores relevantes nesta sexta-feira, mas os resultados das empresas continuam a todo o vapor.

Após o fechamento de mercado da quinta-feira, 13, a Petrobras (PETR3; PETR4) soltou seus números e mostrou que reverteu o prejuízo de um ano atrás, para um lucro líquido de R$ 1,16 bilhão. 

→ Veja também: Petrobras reverte prejuízo e lucra R$ 1,167 bilhão no 1º tri

Hoje teremos os números das empresas:

  • Priner (PRNR3),
  • Portobello (PTBL3),
  • Ser Educacional (SEER3),
  • Vivara (VIVA3),
  • Enjoei (ENJU3),
  • Cemig (CMIG4),
  • Cogna Educacao (COGN3),
  • Cosan (CSAN3),
  • Light (LIGT3),
  • Orizon (ORVR3), e
  • CVC Brasil (CVCB3).

Compartilhe: