Após 4 quedas seguidas, Ibovespa tem dia de ajuste e sobe 0,60%; na semana, perda supera os 3%

Ações da Vale e de siderúrgicas contribuíram para retomada na sessão desta sexta-feira

A temporada de resultados do terceiro trimestre acabou. Entre surpresas boas e ruins, as empresas da Bolsa mostram o panorama.

Foto: Pixabay

Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Depois de cair por quatro dias seguidos e de atingir o menor patamar do ano, o Ibovespa encerrou a sessão desta sexta-feira, 19, em alta de 0,60%, aos 103.035 pontos. 

Ainda assim, na semana, o índice acumulou baixa de 3,10% e, no mês, perde 0,45%. No ano, o desempenho também é negativo, em 13,43%. 

Já em Wall Street, o índice Dow Jones caiu 0,75%, para 35.602 pontos, o Nasdaq avançou 0,40%, aos 16.057 pontos, e o S&P 500 teve baixa de 0,14%, aos 4.698 pontos. 

No mercado cambial, o dólar Ptax fechou em alta de 0,21%, com a moeda cotada a R$ 5,56. 

O principal índice da bolsa brasileira foi impulsionado por notícias de que o governo pretende “fatiar” a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios, em uma tentativa de acelerar a aprovação do texto e viabilizar ainda este ano o pagamento de R$ 400 mensais aos beneficiários do Auxílio Brasil. 

Para isso, os senadores separariam o texto em duas partes – a primeira sendo o texto já aprovado pela Câmara dos Deputados, que seria votado no Senado até o próximo dia 30, e a segunda seria uma “PEC paralela” contendo as alterações atualmente em discussão. 

Essa possibilidade foi interpretada por investidores como positiva porque facilitaria a aprovação da PEC e garantiria a abertura de um espaço de pouco mais de R$ 90 bilhões no Orçamento de 2022, essencial para que o governo consiga bancar o Auxílio Brasil até dezembro do próximo ano.  

“Internamente, o que está fazendo mais preço mesmo é a discussão em torno dos precatórios, porque o Senado está tendo alguma resistência na aprovação da PEC que saiu da Câmara”, disse Daniel Miraglia, economista-chefe do Integral Group. 

“O mercado continua muito preocupado com o [cenário] fiscal, mais por não ter visibilidade. A gente também teve no começo da semana declarações do presidente [Jair Bolsonaro] de aumento para categoria de servidores públicos, que é despesa permanente, portanto preocupa mais”, concluiu. 

Para onde o Ibovespa vai? 

Até ontem, o desempenho do Ibovespa era negativo em cerca de 14% no acumulado de 2021 e o índice negociava a um múltiplo preço/lucro na casa de seis vezes, quase quatro vezes menor do que em janeiro deste ano.  

O último momento em que a relação entre a cotação das empresas do Ibovespa e seu lucro dos 12 meses anteriores esteve tão baixo foi em outubro de 2008, em meio ao furacão da crise do subprime. 

De acordo com Igor Graminhani, analista gráfico da Genial Investimentos, o Ibovespa segue em tendência de baixa forte no curto e no médio prazo.  

Caso ele perca o suporte imediato em 102.030 pontos, obtido em novembro de 2020, pode corrigir até o patamar de 93.410 pontos, um suporte muito forte deixado ao fim de setembro e outubro do ano passado. 

Vale e siderúrgicas em alta 

As ações da Vale e de siderúrgicas fecharam o pregão desta sexta no campo positivo, após a incorporadora chinesa Evergrande anunciar a retomada da construção de 63 projetos imobiliários.  

Isto diminuiu o receio dos investidores sobre a redução na demanda por aço na China e ajudou a impulsionar os preços do minério de ferro. 

A ação da Vale (VALE3) teve alta de 2,73%, a R$ 64,03, acompanhada pelos papéis da CSN (CSNA3), com valorização de 7,98%, a R$ 21,39 

No mesmo sentido, as ações do segmento de telecomunicações subiram após a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votar a favor da redução da taxa de ICMS no setor por ser considerado serviço essencial. 

As ações da Telefônica Brasil (VIVT3) avançaram 6,81%, a R$ 53, acompanhadas pelas da TIM (TIMS3), com alta de 5,15%, a R$ 13,48, e Oi (OIBR3), com valorização de 4,55%, a R$ 0,92. 

Também chamou atenção o desempenho das ações da Alliar (AALR3), após a MAM Asset Management, gestora de recursos ligada ao empresário Nelson Tanure, ter formalizado a proposta pelo controle da companhia. 

Os papéis, que subiram 22,5% ontem, tiveram alta de 12,2%, a R$ 17,02. 

Na direção oposta, após o disparo da ordem de 10% na quinta, os papéis da Méliuz (CASH3) estiveram entre as maiores quedas do dia, com baixa de 3,17%, a R$ 3,97.  

Destaque negativo ainda para as ações da Locaweb (LWSA3), com recuo de 4,26%, a R$ 15,05, e para as units da SulAmérica (SULA11), com desvalorização de 3,40%, a R$ 27,60. 

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Rolar para o topo
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais