Navegue:
PIB americano cai 0,9% no 2º trimestre, no segundo recuo consecutivo

PIB americano cai 0,9% no 2º trimestre, no segundo recuo consecutivo

Primeira leitura da atividade dos EUA no período frustrou analistas, que esperavam alta de 0,4%

Bandeira dos Estados Unidos com cotações ao fundo

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

Com a disparada da inflação e o aumento dos juros americanos, o PIB (Produto Interno Bruto) dos Estados Unidos caiu 0,9% no segundo trimestre, informou o escritório oficial de estatísticas americano (BEA, ou Bureau of Economic Analysis) nesta quinta-feira (28).

Analistas de mercado ouvidos pela Bloomberg esperavam uma alta de 0,4% no período. Os dados, que refletem o comportamento da atividade no trimestre mas que são apresentados em termos anualizados, representam uma primeira leitura do comportamento da atividade entre abril e junho, e passarão por mais duas revisões.

De acordo com o BEA, a queda reflete a queda no chamado private inventory investment (ou seja, a diferença entre a produção e venda de bens), com destaque para o comércio, gastos do governo e investimentos.

No início do ano, entre janeiro e março, o PIB americano caiu 1,6%, influenciado pela disparada da inflação e pelo aumento de casos de Covid-19 causados pela variante Ômicron.

Ontem, o Federal Reserve, banco central do país, decidiu por uma nova alta de 0,75 ponto percentual nos juros básicos americanos, ao intervalo entre 2,25% a 2,50% ao ano, e voltou a reforçar que está focado no combate à inflação.

Ao mesmo tempo, o presidente do Fed, Jerome Powell, deixou no ar a chance de reduzir o ritmo de aumentos nos próximos encontros, o que impulsionou as bolsas americanas.

Leia mais: 
Após fala de Powell, mercado vê copo meio cheio, espera alta menor de juros nos EUA e bolsas sobem

Entenda como o PIB dos EUA é divulgado

O indicador trimestral do PIB americano é divulgado uma vez e depois passa por duas revisões, com ajustes feitos a partir de dados mais completos que vão sendo disponibilizados. Ou seja, no total, são três leituras do comportamento da atividade econômica na maior economia do mundo.

O recuo da atividade americana no primeiro trimestre foi o primeiro desde 2020, e mostra o quanto a maior inflação em duas décadas vem custando caro para a atividade econômica do país.

A alta dos preços, impulsionada pelo espalhamento da variante Ômicron do coronavírus e pela invasão da Ucrânia pela Rússia, influenciou o desempenho ruim.

⇨ Acompanhe seus ganhos e gastos e cuide melhor do seu dinheiro. Baixe o GranaMap!

Compartilhe:

Compartilhe: