Navegue:
Pedidos de seguro-desemprego nos EUA caem para 281 mil na semana encerrada em 23 de outubro e ficam abaixo do esperado

Pedidos de seguro-desemprego nos EUA caem para 281 mil na semana encerrada em 23 de outubro e ficam abaixo do esperado

Economistas consultados pela Refinitiv projetavam 290 mil pedidos no período

Seguro desemprego EUA foto de Jeremy Bales da Bloomberg News
Por:

Compartilhe:

Por:

O número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos Estados Unidos atingiu o patamar de 281 mil na semana encerrada em 23 de outubro, o que representa uma retração de 10 mil solicitações frente ao nível revisado da semana anterior. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 28, pelo Departamento do Trabalho dos Estados Unidos.

Segundo o órgão americano, este é o menor nível de pedidos iniciais desde 14 de março de 2020, quando havia sido de 256 mil. O resultado ficou abaixo do esperado pelos economistas consultados pela Refinitiv, que projetavam 290 mil pedidos no período.

A leitura da semana anterior foi revisada para cima, de 290 mil para 291 mil.

Já a média móvel de quatro semanas encerrou a semana de 23 de outubro com 299.250 solicitações, queda de 20,75 mil da média revisada da semana imediatamente anterior.

O Departamento afirmou que este também é o nível mais baixo registrado para o indicador desde 14 de março do ano passado, quando atingiu 225,5 mil.

Enquanto isso, o número de pedidos contínuos de seguro-desemprego (quando as pessoas recebem o benefício por duas ou mais semanas) foi de 2,243 milhões no período encerrado em 16 de outubro, queda de 237 mil na base semanal. Vale lembrar que este indicador é divulgado com uma semana de atraso.

Compartilhe:

Compartilhe: