Navegue:
Pedidos de seguro-desemprego nos EUA caem para 268 mil na semana encerrada em 13 de novembro

Pedidos de seguro-desemprego nos EUA caem para 268 mil na semana encerrada em 13 de novembro

EUA pixabay
Por:

Compartilhe:

Por:

O número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos Estados Unidos atingiu o patamar de 268 mil na semana encerrada em 13 de novembro, o que representa uma queda de mil solicitações em relação ao nível revisando da semana anterior. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 18, pelo Departamento do Trabalho dos Estados Unidos.

Segundo o órgão americano, este é o menor nível de pedidos iniciais desde 14 de março de 2020, quando havia sido de 256 mil. O número veio levemente acima do esperado por economistas ouvidos pela Refinitiv, que projetavam 260 mil pedidos no período.

Já a média móvel de quatro semanas encerrou a semana de 13 de novembro com 272.750 solicitações, queda de 5.750 em relação à semana anterior e menor patamar também desde 14 de março do ano passado.

“Apesar do indicador apresentar um dado levemente acima das expectativas, os pedidos de seguro desemprego se mantêm abaixo dos 300 mil pedidos pela 6ª semana consecutiva, no menor patamar desde março de 2020”, avaliou a equipe do BTG Pactual Digital. “A manutenção dos dados positivos para o mercado de trabalho corroboram com os resultados mais fortes no varejo e na indústria, em linha com a perspectiva de que os EUA devem liderar o crescimento mundial no quarto trimestre de 2021, enquanto a Europa e a China seguem com desafios domésticos”.

Para os analistas do BTG, os dados ainda são um sinal de que a economia americana vem mostrando resiliência. “Os dados de atividade divulgados nesta semana apontam para um cenário de resiliência da economia americana, que apesar das surpresas inflacionárias, tem apresentado um crescimento econômico relevante, fortalecendo a perspectiva de um dólar global elevado no curto prazo”.

Compartilhe: