Navegue:
brMalls (BRML3) recusa proposta de R$ 7 bilhões da Aliansce Sonae (ALSO3) e ações sobem quase 5%

brMalls (BRML3) recusa proposta de R$ 7 bilhões da Aliansce Sonae (ALSO3) e ações sobem quase 5%

Valor caiu desde oferta inicial e ficou abaixo do preço de mercado da brMalls

varejo comercio shopping

Foto: Unsplash

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A brMalls recusou uma proposta de fusão da Aliansce Sonae que avaliava a empresa originalmente em R$ 7 bilhões e que poderia criar uma gigante no setor de shoppings centers do Brasil. O valor inicialmente proposto caiu desde oferta inicial e ficou abaixo do preço de mercado da brMalls

O interesse da Aliansce Sonae pela concorrente veio à tona no final do ano passado, quando ambas informaram ao mercado que estavam em negociação para uma potencial fusão.

Na época, os termos da proposta não foram divulgados, mas a negociação chamou atenção porque poderia formar a maior empresa de shopping center do Brasil, com valor de mercado de aproximadamente R$ 13 bilhões e faturamento anual em torno de R$ 2 bilhões, com 58 empreendimentos em carteira.

Na madrugada de hoje, a Aliansce Sonae tornou pública a proposta apresentada à brMalls no dia 4 de janeiro, que consistia em:

– pagamento de R$ 1,6184 por ação da brMalls
– troca de cada ação da brMalls por 0,318 ação da Aliansce Sonae

Considerando o preço das ações da Aliansce Sonae na data da oferta, a proposta avaliava a brMalls em cerca de R$ 7 bilhões, ou 1,3% a mais que o valor de mercado da empresa à época, de R$ 6,91 bilhões.

Atualizando os valores pelos preços de fechamento de ontem das ações de ambas as companhias, a oferta cai para R$ 6,79 bilhões, ficando abaixo do valor de mercado da brMalls, de R$ 6,85 bilhões.

Em comunicado, a Aliansce Sonae disse que relação de troca apresentada na proposta garantia um prêmio de 13% aos acionistas da brMalls quando se compara o múltiplo EV/Ebitda de 2019 das duas empresas. Este indicador mostra a relação entre o preço de uma companhia, excluindo o caixa, e o resultado dela antes de pagamentos de juros, impostos, depreciação de ativos e amortização de dívidas.

Hoje pela manhã, a brMalls respondeu formalmente à Aliansce Sonae, afirmando que “a referida proposta subavalia, consideravelmente, o valor econômico justo” da empresa.

Por volta das 10h10 (de Brasília), as ações da brMalls (BRML3)  subiam 4,97%, a 8,24, enquanto as ações da Aliansce Sonae (ALSO3) tinham alta de 1,02%, a 19,81.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp