Petróleo pressiona inflação da indústria, que sobe 2,16% em outubro

Repique foi o maior desde abril, quando o indicador teve alta de 2,19%

industria
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a inflação do setor industrial, teve alta de 2,16% em outubro em relação a setembro, de acordo com dados divulgados nesta quarta, dia 1º, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O repique foi o maior desde abril, quando o indicador, que mede os preços dos produtos na porta da fábrica, sem imposto ou frete, teve alta de 2,19%. De acordo com o instituto, a alta do mês retrasado já faz com que o índice acumule alta de 26,57% em 2021, o maior para outubro desde o início da série história, em 2014.

“Essa taxa é reflexo da variação do óleo bruto de petróleo, cujo preço vem aumentando no mercado internacional”, explicou o gerente da pesquisa, Alexandre Brandão, em material de divulgação do IBGE.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Rolar para o topo
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais