Desemprego atinge número recorde, informa PNAD do IBGE

Carteira de trabalho/Shutterstock
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

O desemprego atingiu o número recorde de 14,4 milhões de pessoas no trimestre móvel encerrado em fevereiro de 2021, um crescimento de 2,9% em relação ao trimestre anterior. 

Estas informações foram divulgadas pelPesquisa Nacional por Amostra em Domicílios Contínua (PNAD Contínua), que foi publicada nesta sexta-feira, 30. 

De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desocupação chegou a 14,4no período reportado, mostrando estabilidade. 

No trimestre móvel de setembro a novembro de 2020, a taxa chegou a 14,1%. 

Taxa de desocupação no país – 2012 a 2021

PNAD

Foto: Agência de Notícias/IGBE

Segundo o IBGE, a população ocupada (85,9 milhões) se manteve estável frente ao trimestre anterior, mas caiu 8,3% (menos 7,milhões) sobre igual trimestre de 2020. 

nível de ocupação (48,6%) registrou estabilidade em comparação ao trimestre anterior, mas recuou recuando 5,9 p.p. contra mesmo trimestre do ano passado (54,5%). 

Para ler a PNAD Contínua na íntegra, clique aqui. 

Foto: Shutterstock

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Rolar para o topo
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais