Auxílio Brasil de R$ 500? O que os jornais estão dizendo sobre o risco fiscal

Nos bastidores, congressistas já afirmam que benefício pode ser ainda maior

guedeseventopng
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Um Auxílio Brasil de R$ 400 custará muito para as contas públicas e para a credibilidade do teto de gastos, mas o cenário pode piorar ainda mais. Segundo reportagens publicadas nesta quinta-feira, 21, a disputa eleitoral de 2022 está colocando água na fervura, em um cenário que vai adicionar pressão por um benefício ainda maior.

Veja o que os principais jornais estão dizendo sobre o tema.

Estadão 

Reportagem do Estadão aponta que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva desafiou o governo nas redes sociais a aumentar o benefício dos R$ 400 atuais para R$ 600.

“A posição do ex-presidente Lula consolida a percepção de que a disputa em torno do valor do Auxílio Brasil não termina depois que o governo apresentar todo o desenho e financiamento para bancar o Auxílio Brasil de R$ 400. Governistas não escondem que na votação no Congresso vão subir o benefício para R$ 500. Com apoio dos parlamentares dos partidos de esquerda, é um pulo para R$ 600, mesmo valor do auxílio emergencial concedido no início da pandemia da covid-19 em 2020”, afirma o jornal.

Valor

Para especialistas em contas públicas ouvidos pelo Valor, a proposta de pedir um “waiver” (ou seja, uma espécie de licença para gastar) de R$ 30 bilhões para viabilizar um Auxílio Brasil de R$ 400 representa o fim do teto de gastos.

“Guedes, o ministro liberal, que iria ‘derrubar a dívida’, ‘privatizar como nunca’, ‘fazer as reformas estruturais’ e ‘combater o gasto público’ vai ter como principal resultado da sua gestão o desmonte do teto em nome de um gasto eleitoreiro para o ano que vem”, disse ao jornal o especialista Guilherme Tinoco, economista da UFMG.

Folha

Segundo a Folha de S. Paulo, o governo já definiu os moldes da medida provisória que irá criar o benefício temporário para o Auxílio Brasil. Esse modelo, entretanto, prevê não especificar ainda o valor a ser pago, deixando essa definição para um regulamento posterior.

 

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Rolar para o topo
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais