Por que as ações da GOL estão em alta?

GOL

Nos últimos pregões, a companhia aérea GOL (GOLL4) disparou na Bolsa de Valores de São Paulo. Somente entre junho e julho, a empresa cresceu mais de 29% no decorrer das negociações e tem apresentado um dos principais volumes diários. Mas por que, afinal, as ações da companhia estão em alta?

Acontece que algumas empresas são beneficiadas pela queda do dólar, como as linhas aéreas. Isso ocorre porque a GOL tem cerca de 60% dos custos dolarizados, ou seja, despesas como combustível, leasing, manutenção e seguros são pagas com a moeda americana. Além do mais, a desvalorização do dinheiro estadunidense faz com que mais pessoas busquem e comprem passagens aéreas, o que ressalta o serviço prestado pela companhia.

No entanto, a maioria das empresas possui uma proteção financeira, como hedge cambial, que é quando o investidor realiza uma operação contrária aquela em que tem exposição para se defender das variações do ativo em que ela está exposta.

Recentemente, o Morgan Stanley divulgou um relatório com a previsão do dólar a R$ 3,65 com a reforma da Previdência. Há 45 dias, a moeda estava precificada na casa dos R$ 4,10 e ontem, 15, fechou em R$ 3,76.

Enquanto isso na Bolsa…

Com a queda do dólar, a B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) reage de forma abrangente nos diferentes tipos de segmentos negociados. As companhias exportadoras ou com operações na moeda americana, por exemplo, sofrem prejuízo quando o dinheiro estrangeiro cai, já que a arrecadação acaba reduzida.

No entanto, como mencionado antes, algumas empresas que operam no mercado doméstico ou que tenham parcelas de custos e dívidas em moeda estrangeira vão ser beneficiadas com essa queda. De acordo com o portal de notícias InfoMoney, as empresas mais privilegiadas são:

Já as companhias com mais desvantagens em relação à queda do dólar são:

O Ibovespa, principal indicador de desempenho acionário do mercado financeiro, teve uma onda de recordes neste mês, atingindo inclusive a casa dos 106 mil pontos no dia 10. Essa marca foi refletida na votação da reforma da Previdência.

No TradeMap, você pode verificar as maiores altas diárias por uma lista pronta. Além do mais, também é possível ver o quanto cada companhia cresceu, em porcentagem, em um período estipulado pelo próprio usuário. No caso da GOL, por exemplo, houve aumento de 251,38% em relação ao ano passado.

E os slots da Avianca?

No começo do mês, a Justiça autorizou a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) a redistribuir os slots da Avianca. Dessa forma, a decisão causa expectativa do mercado sobre a definição do órgão regulador.

O juiz Ricardo Negrão, da 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, suspendeu a liminar que impedia o órgão de efetuar a redistribuição de horário de pouso e decolagem de voos.

No dia 28 de junho, o juiz João de Oliveira Rodrigues Filho havia proibido a Anac de fazer a redistribuição dos slots, alegando que a Avianca não teria nenhum ativo relevante no leilão de recuperação judicial.

No entanto, segundo Negrão, “o congelamento virtual dos slots prejudica a segurança jurídica e traz assimetria de tratamento entre outras empresas aéreas”.

Na última quinta-feira (11), a agência fez uma reunião para debater a distribuição dos slots no aeroporto de Congonhas. O encontro reuniu mais de 40 executivos para definir a realocação dos horários.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp