PIB da China cresce no ritmo mais fraco em quase três décadas

muralha da china

A expansão econômica da China desacelerou no terceiro trimestre deste ano para o ritmo mais fraco em quase três décadas, como aponta a Reuters. O resultado abaixo do esperado ocorreu devido às tensões da guerra comercial com os Estados Unidos, afetando sua produção industrial.

→ Leia também: EUA e China chegam a um acordo parcial

O PIB (Produto Interno Bruto) chinês cresceu apenas 6% em relação ao mesmo período de 2018, registrando uma leve baixa em comparação ao segundo trimestre deste ano, que marcou 6,2% de alta.

O crescimento econômico do país no 3T19 foi o mais lento desde o primeiro trimestre de 1992, quando os primeiros dados trimestrais foram disponibilizados ao público, e ficou abaixo da expectativa dos economistas da Reuters, de 6,1%.

Segundo a matéria, os dados fracos da China nos últimos meses têm destacado uma demanda mais fraca, tanto interna como externa. Além disso, analistas do mercado dizem que o escopo para um estímulo agressivo é limitado quando se trata de uma economia com grande volume de dívida.

O economista do Hwabao Trust, Nie Wen, disse à Reuters que “dado que as exportações não devem se recuperar e dada uma possível desaceleração no setor imobiliário, a pressão de baixa sobre a economia da China deve continuar, com expectativa de que o crescimento do quarto trimestre caia para 5,9%”.

Produção industrial

Em contrapartida, a produção industrial chinesa cresceu acima do esperado no mês anterior, a uma taxa anual de 5,8 pontos percentuais.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp