Bolsas externas abrem semana com cautela; crise de energia segue preocupando

No Brasil, com uma semana mais curta por conta do feriado, os investidores deverão ficar de olho na divulgação do Boletim Focus nesta segunda

Foto: Pixabay

Logo Trademap

Por:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Por:

Os mercados globais começam a semana com cautela, com o avanço do petróleo em meio à crise de energia global.

Na Ásia, as bolsas fecharam de forma mista com as preocupações voltadas pelo retorno dos receios com a crise imobiliária na China.





Depois dos problemas com a Evergrande, a incorporadora Modern Land pediu a seus credores permissão para atrasar o pagamento de um bond de US$ 250 milhões que vence no final deste mês, acendendo ainda mais o sinal da crise financeira que atinge o setor imobiliário chinês.

Já as pressões regulatórias de Pequim com algumas empresas privadas parecem ter ficado em segundo plano. Além disso, os investidores ficaram animados com a fala do primeiro-ministro, Fumio Kishida, em não promover mudanças nos impostos sobre ganhos de capital.

Leia também:   Ibovespa reverte queda e fecha em leve alta de 0,09% na 4ª feira; dados de emprego nos EUA e IPCA no Brasil estão no radar

Enquanto isso, as bolsas europeias e os futuros americanos operam no campo negativo, ainda refletindo os dados decepcionantes do payroll nos Estados Unidos, divulgados na última sexta-feira.

Os investidores também estão receosos com a elevação dos custos de energia, acarretando elevações para a inflação. O mercado começa a aceitar que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) deverá promover uma política mais rígida com o início das reduções dos estímulos para tentar frear a inflação.

Além disso, os investidores manterão no radar as votações no Congresso americano, com a decisão do pacote de infraestrutura do presidente Joe Biden.





Quanto às commodities, o petróleo segue no campo positivo e continua pressionando o temor da elevação nos custos de energia. Por aqui, sobre a ótica da bolsa de valores, os avanços no preço do óleo podem refletir positivamente nas ações das petrolíferas. O preço do minério de ferro também segue no positivo.

Leia também:   Ibovespa sobe 0,89% na 4ª feira; indicadores da China e dos EUA estão no radar dos investidores

Ainda no cenário externo, os investidores deverão acompanhar a temporada de balanços do terceiro trimestre.

No Brasil, com uma semana mais curta por conta do feriado de Nossa Senhora Aparecida (12), os investidores deverão ficar de olho na divulgação do Boletim Focus, que será divulgado às 8h25 pelo Banco Central (BC). 

Essa semana ainda reserva diversos dados importantes, como a divulgação do volume de serviços de agosto (14). Na sexta-feira (15), o BC divulgará a o IBC-Br, conhecido por ser a prévia mensal do Produto Interno Bruto (PIB).

No front político, o feriado nacional de terça irá atrasar o desenrolar das discussões sobre a PEC dos Precatórios e as discussões relacionadas à reforma tributária no Senado.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais