Ministro da Economia anuncia programa de privatizações e movimenta B3

Foto: Reuters

Atualização – 22 de agosto de 2019

O governo federal anunciou ontem nove empresas que já estão no plano de privatização. Segue a lista:

  • Telebras
  • Correios
  • Codesp
  • Dataprev
  • Serpro
  • Engea
  • Ceitec
  • Ceagesp
  • ABGF

21 de agosto de 2019

O ministro da Economia, Paulo Guedes, informou nesta terça-feira (20) que o governo de Jair Bolsonaro deverá privatizar 17 estatais. A lista, de acordo com o político em um evento em São Paulo, sai ainda hoje (21).

Segundo Guedes, além das empresas que serão listadas, haverá mais companhias na mira a partir do ano que vem. “Tem gente grande aí que acha que não vai ser privatizado, mas vai entrar na faca”, afirma o ministro, sem citar nomes.

Guedes ainda elogiou a fusão entre a Embraer e a Boeing, alegando que o ideal seria realizar mais duas ou três junções do tipo. “Quem não se modernizar e não tiver capacidade de adaptação vai ficar para trás”, afirmou.

De acordo com o presidente da República, Jair Bolsonaro, as privatizações anunciadas por Guedes começarão pelos Correios e fazem parte do PPI (Programa de Parcerias e Investimentos). Ainda revelou que o processo vai ser longo, uma vez que depende do aval do Parlamento. As informações são do portal InfoMoney.

Reflexo na B3

Na Bolsa de Valores de São Paulo, os papéis das companhias cotadas para a privatização estão operando em forte alta. O destaque no Ibovespa fica para a Eletrobras (ELET3; ELET6), com crescimento máximo de 14,41% e 13,07%, respectivamente. O site Poder360 antecipou que a elétrica entrará na fila para ser privatizada, assim como a Telebras (TELB4), com aumento de 55,77% durante o pregão.

As ações da Petrobras (PETR3; PETR4) registram alta expressiva com rumor de também estar na lista de privatização. Segundo o Valor Econômico, a equipe de economia pretende realizar essa operação até o final do governo. “Mesmo que a Petrobras não esteja imediatamente na lista das 17 empresas a serem desestatizadas, a equipe econômica prevê esse caminho para a estatal de petróleo antes do término da atual gestão”. O Banco do Brasil (BBAS3) opera em conjunto com as grandes estatais.

As construtoras, por sua vez, também operam em alta após a Caixa Econômica anunciar nova linha de crédito imobiliário. A partir de segunda-feira (26), as taxas atreladas ao IPCA (Índice Nacional de Preços Amplo) entrarão em vigência.

Além do mais, o principal índice da B3, o IBOV, superou a casa dos 100 mil pontos após quedas consecutivas nos últimos pregões e permanece estável. Acompanhe o mercado acionário em tempo real com o TradeMap.

TradeMap
Maiores altas do IBOV no TradeMap
Ainda não conhece o TradeMap?
O Aplicativo de Investimentos mais completo do Mercado
Baixe Agora

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp