Leilão do pré-sal começa nesta quarta-feira

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realiza nesta quarta-feira, 6, o maior leilão do setor de petróleo da história, a Rodada de Licitações do Excedente da Cessão Onerosa.

A expectativa do governo federal e da agência reguladora é de que o leilão levante cerca de R$ 106,56 bilhões em bônus de assinatura. O valor será distribuído entre a Petrobras, a União, estados e municípios, como aponta a Agência Brasil.

No total, 14 empresas foram habilitadas para participar do leilão, entre estatais e privadas. Essas companhias devem formar consórcios e apresentar suas propostas de produção de petróleo e gás a partir das reservas excedentes de quatro blocos do pré-sal.

Esses blocos já estavam cedidos à Petrobras na Bacia de Santos, por meio do Contrato de Cessão Onerosa.

Leia também: resultado trimestral da Petrobras

Para o Ministério da Economia, a União deve arrecadar um total de R$ 1 trilhão pela exploração dos barris de petróleo excedentes dos contratos. O cálculo inclui bônus de assinatura, royalties, receitas de comercialização do óleo da União e tributos.

“No leilão de hoje, as empresas devem oferecer à União fatias iguais ou superiores aos seguintes percentuais mínimos de óleo-lucro: 26,23% no bloco de Atapu, 23,24% no de Búzios, 18,15% no de Itapu e 27,88% no de Sépia”, informa a agência.

Entre as empresas habilitadas são:

  • BP Energy do Brasil Ltda. (Reino Unido)
  • Chevron Brasil Óleo e Gás Ltda. (Estados Unidos)
  • CNODC Brasil Petróleo e Gás Ltda. (China)
  • CNOOC Petroleum Brasil Ltda. (China)
  • Ecopetrol Óleo e Gás do Brasil Ltda. (Colômbia)
  • Equinor Brasil Energia Ltda. (Noruega)
  • ExxonMobil Exploração Brasil Ltda (Estados Unidos)
  • Petrogal Brasil S.A (Portugal)
  • Petrobras (Brasil)
  • Petronas Petróleo Brasil Ltda. (Malásia)
  • QPI Brasil Petróleo Ltda. (Catar)
  • Shell Brasil Petróleo Ltda. (Países Baixos e Reino Unido)
  • Total E&P do Brasil Ltda. (França)
  • Wintershall DEA do Brasil Exploração e Produção Ltda (Alemanha)
Ibovespa

Os papéis da Petrobras (PETR4) registravam alta no início do pregão, mas virou para queda. Por volta das 11h20, os ativos da estatal operavam em -3,37%. Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Petrobras - PETR4, às 11h20, no TradeMa
PETR4, às 11h20, no TradeMap

Foto: unsplash

Escrever um comentário