De olho no mercado: ações do Banco Inter

As ações do Banco Inter (BIDI4) subiram 34% na última semana, devido o desdobramento dos seus ativos, de 1 para 6, e futura oferta subsequente (follow on). Além do mais, a companhia aprovou programa para emissão de units (BIDI11).

Na segunda-feira, 8, o banco começou o período de conversão de ações preferenciais em units, como informa o portal InfoMoney. O prazo vai até o dia 15. A efetivação ocorrerá após o Banco Central aprovar a ata da assembleia geral extraordinária, marcada para o dia 17.

No entanto, para que ocorra de fato a conversão é necessário a adesão de, no mínimo, 40% dos investidores detentores dos papéis preferenciais. Caso não chegue a este percentual, as units serão canceladas.

As units serão compostas por duas ações preferenciais (PN) e uma ordinária (ON).

Além disso, o Banco Inter já teria contrato bancos para coordenar uma oferta de R$ 1 bilhão em ações, de acordo com a Reuters.

Segundo o Brazil Journal, os acionistas da companhia terão prioridade na oferta, como retrata a Instrução 476 da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). O portal ainda informa que o número de negociação da empresa disparou de 2 mil por dia para 33 mil. Já o giro diário explodiu para mais de R$ 200 milhões na última sexta-feira, 5, ante R$ 35 mi.

Pelo TradeMap, onde você pode acompanhar o mercado acionário em tempo real, conseguimos ver que as ações do Banco Inter estão entre as maiores altas de Small Caps, assim como um dos principais volumes negociados na B3.