img-tag

Dados econômicos dos EUA geram preocupação no mercado global; mais notícias

Equipe TradeMap
Equipe TradeMap
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Com dados fracos da indústria norte-americana, as bolsas dos Estados Unidos registram queda e pressionam sinais de contração econômica no país. Ontem, o índice ISM Manufacturing caiu de 49,1 pontos para 47,8 pontos, enquanto o mercado estimava um crescimento acima da casa dos 50 pontos, que significaria uma perspectiva positiva da indústria.

→ Leia mais: Reforma da Previdência no radar e outras notícias





Enquanto isso, nesta terça-feira (2) a ADP (Automatic Data Processing) revelou que em setembro as empresas dos EUA adicionaram somente 135 mil empregos no setor privado.

A estimativa do mercado era que os Estados Unidos gerassem ao menos 140 mil vagas. Há cerca de um mês o relatório apresentava a criação de 157 mil vagas. Essa queda sinalizou um alerta para o mercado, com um possível enfraquecimento na atividade econômica.

De acordo com a Reuters Brasil, a Wall Street mostrava desempenho negativo, com o S&P em baixa de 1,7%, enquanto o Dow Jones registrava queda de 1,6 ponto percentual.

O presidente estadunidense Donald Trump disse que o Federal Reserve (banco central americano) e o líder da autarquia monetária, Jerome Powell, “permitiram” que o dólar ficasse tão forte contra as demais moedas que os fabricantes da maior economia do mundo estariam sendo afetados. Por fim, voltou a mencionar que a taxa básica de juros está alta.

Paz?

Segundo o Valor Investe, uma autoridade da Casa Branca afirmou que representantes comerciais dos Estados Unidos e da China retomarão as negociações na próxima semana em Washington.





O conselheiro de Comércio Exterior da Casa Branca, Peter Navarro, declarou ontem que Trump iria se encontrar com o vice-premiê chinês, Liu He, no dia 10 deste mês.

Ibovespa

Por conta dos dados americanos abaixo do esperado, o Ibovespa também reage negativamente à reforma da Previdência aqui no Brasil.

Apesar da aprovação do texto-base no plenário do Senado ser um resultado positivo ao mercado, um dos destaques aprovados ontem vetou mudanças no abono salarial. Dessa forma, a economia foi desidratada em R$ 76,4 bilhões em dez anos.

→ Leia também: Senado aprova texto-base da reforma da Previdência, mas destaque do abano salarial não agrada

Por volta das 15h30, o Ibovespa operavam em queda de 2,67%, a 101.280 pontos. Você pode acompanhar a cotação em tempo real no TradeMap.

 

Ibovespa, às 15h30, no TradeMap
Ibovespa, às 15h30, no TradeMap

Foto: Deposit Photos

Leia também:   BCE anuncia redução nas compras de ativos e eleva projeção para inflação

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais