CVM concede OPA da Eletropaulo

fachada predio enel

A Eletropaulo (ELPL3) anunciou ontem, 17, que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) concedeu o registro da oferta pública de aquisição (OPA, na sigla em inglês) dos papéis emitidos pela companhia elétrica. O processo será realizado por meio da Enel, sua controladora indireta.

De acordo com o fato relevante, o cancelamento do registro de companhia aberta da Eletropaulo, perante a CVM, passará da categoria “A”, que permite a livre negociação dos ativos, para a classe “B”.

O edital com mais detalhes sobre o OPA deverá ser publicado até o dia 28 de outubro. Em junho, a Enel informou que a oferta seria de R$ 48,28 por ação, pelo total de 8,13 milhões de papéis negociados na bolsa de valores (cerca 4,05% do capital da elétrica). Caso o valor se concretize, a oferta pode movimentar mais de R$ 392 milhões.

O que é OPA?

O OPA, ou conhecido aqui por oferta pública de aquisição, nada mais é do que o fechamento da negociação dos papéis da companhia no mercado de capitais. Para isso, o acionista controlador precisa chegar a um acordo para oferecer aos demais investidores minoritários.

Bolsa de Valores

Os ativos ordinários da Eletropaulo operam com leve alta no pregão de hoje. Às 14h30, as ações registravam crescimento de 0,16% na bolsa brasileira.

Acompanhe a cotação em tempo real pelo TradeMap.

Eletropaulo - ELPL3
ELPL3, às 14h30, no TradeMap

Foto: Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp