img-tag

PIB brasileiro cai 0,1% no 2º trimestre, diz IBGE

Em valores correntes, o PIB do país chegou à casa dos R$ 2,1 trilhões

Foto: Agência Brasil

Equipe TradeMap
Equipe TradeMap
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil registrou um recuo de 0,1% no segundo trimestre de 2021 em comparação aos três primeiros meses do ano. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira, 1º, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

→ Leia também: Taxa de desemprego cai para 14,1% no 2º trimestre, revela Pnad Contínua





Com isso, o resultado veio abaixo do esperado pelos economistas consultados pela Refinitiv, que previam crescimento trimestral de 0,2% na economia brasileira.

Em valores correntes, o PIB do país chegou à casa dos R$ 2,1 trilhões. Esse resultado, segundo o IBGE, indica estabilidade e vem depois de três trimestres positivos consecutivos.

Leia também:   Avanço do PIB do G-20 desacelera e Brasil tem um dos piores resultados no 2T21

Dessa forma, a economia do Brasil reportou um avanço de 6,4% nos primeiros seis meses. Nos últimos quatro trimestres, o indicador acumula alta de 1,8%.

“O PIB continua no patamar do fim de 2019 ao início de 2020, período pré-pandemia, e ainda está 3,2% abaixo do ponto mais alto da atividade econômica na série histórica, alcançado no primeiro trimestre de 2014”, apontou o órgão público.

Grupos

De acordo com o IBGE, o desempenho da economia no trimestre vem do resultado negativo da agropecuária (-2,8%) e da indústria (-0,2%). Por outro lado, os serviços avançaram 0,7% no período.

“Uma coisa acabou compensando a outra. A agropecuária ficou negativa porque a safra do café entrou no cálculo. Isso teve um peso importante no segundo trimestre. A safra do café está na bienalidade negativa, que resulta numa retração expressiva da produção”, explica em nota a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis.





Leia também:   Mercado sobe projeção do IPCA pela 22ª semana seguida, aponta Boletim Focus

Além disso, a atividade industrial também recuou devido às quedas de 2,2% nas indústrias de transformação e de 0,9% na atividade de eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos. Essas quedas compensaram a alta de 5,3% nas indústrias extrativas e de 2,7% na construção.

Crescimento anual

Na comparação com o 2º trimestre de 2020, o PIB obteve uma expansão de 12,4%, com alta de 1,3% na agropecuária, 17,8% na indústria e 10,8% nos serviços.

Para ler o relatório completo do IBGE, acesse aqui!

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais