Relatório Focus aponta redução para o PIB deste ano

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Em meio à pandemia de coronavírus, o mercado voltou a reduzir a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil de 1,68% para 1,48% em 2020. Para 2021, economistas esperam alta de 2,50%. Os dados são do relatório Focus do Banco Central.

→ Leia também: BC reduz compulsório de depósitos a prazo e libera R$ 68 bi ao mercado





O boletim divulgado nesta segunda-feira, 23, também aponta uma taxa de câmbio com dólar mais forte no final do ano, passando de R$ 4,35 na semana passada para R$ 4,50.

Já o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou uma leve redução em sua projeção para este ano, passando de 3,10% para 3,04%.

Enquanto isso, a previsão da taxa básica de juros (Selic) para 2020 ficou no mesmo patamar da semana passada, a 3,75%. Na última quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a Selic em 0,50% como medida aos efeitos do coronavírus na economia brasileira.

Para o próximo ano, o relatório apontou que a Selic deve ficar na faixa de 5,25% e o IPCA em 3,60%.

Para saber mais, clique aqui.





Foto de Gilson Abreu/ANPr

Leia também:   JBS reverte prejuízo e registra lucro de R$ 2 bilhões no 1º tri

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp