Produção industrial da zona do euro cresce 0,8% em abril, acima do esperado

Enquanto isso, na União Europeia o crescimento foi de 0,5%, abaixo do valor do mês anterior.

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A produção industrial dos países que compõem a zona do euro subiu 0,8% em abril na comparação com março e 39,3% em relação a abril de 2020. Os dados são da agência de estatísticas Eurostat, divulgados nesta segunda-feira, 14. 

Os números vieram fortes e acima do esperado pelos economistas consultados pela Reuters, que previam uma alta de 0,4% no mês e de 37,4% no ano. 





Uma das justificativas do mercado para o bom resultado de abril é o aumento da produção de bens de consumo duráveis em relação a 2020. Isso em vista da reabertura progressiva dos países, em meio ao avanço das vacinações e o fim do lockdown. 

Com isso, o maior ganho de produção em abril frente a março foi em bens de consumo duráveis, cuja produção cresceu 3,4%, após quedas mensais de 1,2% em fevereiro e março.

Sobre o mesmo período do ano passado, o aumento da produção de bens de consumo duráveis atingiu espetaculares 117,3%, após uma alta anual de 34,5% em março.

União Europeia 

Para o grupo dos 27 países que compõem a União Europeia, a produção industrial subiu 0,5% em abril ante março e 38,7% em relação a abril de 2020. Em março, houve alta de 0,8% em base mensal e de 11,5% em termos anuais.

Vale lembrar que a zona do euro é composta pelos países que adotaram o euro como moeda nacional, enquanto a União Europeia é um bloco econômico em que o Estados membros compartilham uma série de coisas.  





Leia também:   Acima do esperado, pedidos de seguro-desemprego nos EUA atingem 419 mil na última semana

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp