Privalia e Hospital Mater Dei protocolam pedidos de IPO à CVM

Para ler os prospectos na íntegra, acesse a Lâmina de IPOs do TradeMap Web

A plataforma de comércio eletrônico Privalia e a rede de saúde Mater Dei protocolaram na última quarta-feira, 17, seus pedidos de ofertas públicas iniciais de ações (IPOs, em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Em seu prospecto, a Privalia afirma ser o maior outlet do Brasil, com uma plataforma focada em “flash sales”, um modelo baseado em um ecossistema que conecta marcas renomadas a consumidores engajados, através de descontos.

Fundada em Barcelona em 2006, a companhia começou suas operações no Brasil em 2008, com ofertas no segmento de moda. No acumulado do ano passado, a Privalia registrou um prejuízo de R$ 14 milhões, revertendo o lucro de R$ 12 milhões em 2019.





A oferta, que será coordenada por BTG Pactual, J.P. Morgan e Credit Suisse, terá distribuição primária e secundária, ou seja, quando o dinheiro levantado vai direto para o caixa da companhia e quando os atuais acionistas vendem suas fatias, respectivamente.

Segundo a empresa, os recursos provenientes da tranche primária serão destinados para aquisição de ativos da sua controladora, a Privalia VA, desenvolvimento da plataforma de e-commerce, investimento em marketing, reforço de capital de giro e eventuais aquisições de negócios.

Em 21 de janeiro deste ano, a Privalia Brasil celebrou com a Privalia VA um acordo de transferência de propriedade intelectual, por meio do qual a atual controladora se comprometeu a transferir marcas, logos e os direitos de uso e benefício do domínio www.privalia.com dentro do limite do território brasileiro, mediante o pagamento de R$ 120,3 milhões.

Hospital Mater Dei

Com sede em Belo Horizonte (MG), a rede Mater Dei oferece serviços hospitalares e oncológicos e afirma ter 18% de participação de mercado nos leitos privados da capital mineira.

No final do ano passado, a companhia possuía 1.081 leitos hospitalares distribuídos em suas três unidades, localizadas estrategicamente na região metropolitana de BH. Com planos de sua expansão pelo Brasil, atualmente está em construção um novo hospital em Salvador (BA), com 367 leitos e um centro médico.

“A Rede Mater Dei é a única plataforma hospitalar com 100% dos seus hospitais acreditados pela JCI no Brasil (Joint Commission International, certificação de referência mundial no setor hospitalar)”, destaca a empresa em seu prospecto.

O IPO, que será coordenado por BTG Pactual, Bradesco BBI, Itaú BBA, J.P. Morgan e Safra, contará com a distribuição primária e secundária de ações.

A companhia ainda não informou a destinação dos recursos, bem como datas referentes ao cronograma da operação.

Veja mais detalhes sobre os IPOs

Para ler os prospectos na íntegra, acesse o TradeMap Web, depois clique no Módulo de Ações e, por último, selecione a aba IPOs (que fica na barra superior da tela).

Foto: Getty Images





Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!