Privalia decide adiar seu IPO na Bolsa

A empresa pretende esperar para conseguir o “preço certo” para a oferta

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Nesta quarta-feira, 27, a Privaliaque atua como o maior outlet online do Brasil, decidiu adiar sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) e manter seu registro aberto. 

De acordo com Fernando Boscolo, CEO da companhia, o adiamento é devido às condições incertas de mercado e a empresa aguardará uma melhora no ambiente do país a fim de conseguir o preço certo para a oferta. 





Segundo minuta do prospecto preliminar enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em fevereiro, a operação seria composta por uma distribuição primária, quando os recursos vão direto para o caixa da companhia, e secundária, quando os atuais acionistas vendem parte ou a totalidade de suas fatias na empresa. 

A empresa pretendia utilizar os recursos da tranche primária para 

  • Adquirir ativos da Privalia VA;  
  • Desenvolver a plataforma de e-commerce da Companhia; 
  • Investir em marketing;  
  • Reforçar o capital de giro; 
  • Potenciais aquisições de negócios (M&A). 

Aproximadamente 80% da oferta seria secundária. Desse modo, o grupo francês Veepee, que controla a empresa desde 2016 e possui 98,3% da operação brasileira, daria saída. 

Desse modo, o IPO transformaria Privalia em uma corporation, com o management detendo 8% da companhia após cinco anos. 

O BTG Pactual, o J.P. Morgan, o Itaú BBA e o Credit Suisse são os coordenadores da oferta. 





Sobre Privalia 

Privalia, fundada em 2006, em Barcelona (Espanha), é uma plataforma de comércio eletrônico (e-commerce) focada em flash sales, um sistema que liga grandes marcas a consumidores engajados por meio de descontos e de uma experiência de compra única. 

A empresa iniciou suas operações no Brasil em 2008, com ofertas no segmento de moda. Atualmente, é o maior player digital no país. 

 Foto: Privalia/Divulgação

Leia também:   Bradespar lucra R$ 1,74 bilhão no 1° trimestre

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp