Presidente do Fed diz que EUA já podem estar em recessão por conta do coronavírus

Governor Jerome H. Powell testifies before a joint hearing of the Senate Banking Subcommittee on Securities, Insurance, and Investments and the Subcommittee on Economic Policy in Washington, D.C., on April 14, 2016.

Em entrevista ao programa Today, da emissora NBC, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, disse que os Estados Unidos já podem estar em recessão por causa dos efeitos negativos do novo coronavírus na economia global.

Powell ressaltou, porém, que o país atravessa uma “situação única” e que “não há nada de errado” com sua economia do ponto de vista dos fundamentos.

Ele ainda disse que a atividade econômica dos EUA vai sofrer um declínio “substancial” no segundo trimestre, mas afirmou que poderá ocorrer uma “vigorosa recuperação” quando a pandemia do Covid-19 for superada.

Para Powell, a desaceleração econômica atual dos EUA é consequência dos investimentos que o país está fazendo em saúde pública. Além disso, o presidente do Fed também informou que a autarquia vai apoiar o fluxo de crédito na economia por meio de seus instrumentos de estímulos em meio à pandemia do novo coronavírus. 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp