Pedidos de seguro-desemprego nos EUA sobem a 853 mil, informa Departamento do Trabalho

Para os economistas consultados pela Dow Jones, a expectativa era de que a leitura do seguro-desemprego viesse no patamar de 730 mil pedidos

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

O número de pedidos iniciais de seguro-desemprego nos Estados Unidos subiu para 853 mil na semana encerrada em 5 de dezembro, de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira, 10, pelo Departamento do Trabalho no país.

Segundo a entidade, a alta veio depois que os registros mostraram uma queda por conta do feriado de Ação de Graças.





Para os economistas consultados pela Dow Jones, a expectativa era de que a leitura do seguro-desemprego viesse no patamar de 730 mil pedidos.

Na semana passada, o Departamento do Trabalho dos EUA mostrou que houve 716 mil solicitações ao benefício.

Dessa forma, esta foi a maior soma semanal desde 10 de outubro, quando tiveram quase 900 mil pedidos ao seguro. Com o aumento de novos casos de Covid-19 no país e novas medidas de isolamento social impostas por governos locais, existe uma nova pressão sobre o mercado de trabalho da maior economia do mundo.

Leia também:   O que é bookbuilding e para que serve?
banner PI blog 1

Foto: Unsplash

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp