Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA renovam mínimas pela segunda semana

A queda foi de 39 mil solicitações, totalizando 547 mil pedidos na semana passada, menor que a estimativa de 610 mil.

Desemprego EUA
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

As solicitações de seguro-desemprego despencaram nos Estados Unidos na última semana. Foram  39 mil pedidos a menos, o que reforça a ideia de recuperação da economia e melhora do mercado de trabalho no país. 

Foram 547 mil pedidos na semana encerrada em 17 de abril, de acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira, 22, pelo Departamento de Trabalho americano. Economistas em pesquisa da Bloomberg estimavam 610 mil novas solicitações. 



Enquanto isso, a revisão dos dados da semana anterior indicaram uma pequena alta de 10 mil, de 576 mil para 586 mil solicitações.

Com isso, são duas semanas consecutivas em que os números se apresentam abaixo de 600 mil, os menores níveis desde o início da pandemia em 2020. Porém,  ainda longe do observado em tempos pré-pandêmicos. 

Para efeito comparativo, a média semanal em 2019, era de cerca de 218 mil subsídios requisitados. 



A média móvel de quatro semanas, que apresenta um número menos volátil do que os dados semanais, indica um valor de 651 mil novas solicitações, o que ainda representa uma baixa pandêmica. 

Recuperação econômica nos Estados Unidos 

Leia também:   Ata do Fomc: Fed pode iniciar a redução das compras de ativos em novembro

Desde semana passada, há divulgação de dados que indicam uma melhora da economia americana. Os números de vendas do varejo e da produção da manufatura melhoraram conforme o consumo também aumentou

Em março, houve abertura de 916 mil novos postos de trabalho e a tendência é de ganhos para abril também, visto que o país atingiu a marca de 200 milhões de pessoas vacinadas e espera-se que a imunidade de rebanho seja observada a partir de junho. 

Nesse ritmo, a reabertura de serviços como restaurantes, hotelaria e lazer não deve tardar, principalmente com o apetite dos consumidores por mais gastos, graças aos estímulos fiscais de US$ 1,9 trilhão do presidente Biden que são distribuídos na forma de cheques para a população.  

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais