Opep+ chega a princípio de acordo para reduzir produção de petróleo

Petróleo

A Arábia Saudita e a Rússia chegaram nesta quinta-feira, 9, a um princípio de acordo para cortar a produção da Organização de Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (Opep+) em 10 milhões de barris por dia entre maio e junho, afirma o jornal Valor Econômico.

→ Leia também: Petróleo no radar: Opep+ fará reunião nesta quinta-feira

A reunião contou com a presença de 13 membros da Opep, de um grupo de 10 aliados do cartel internacional, liderado pela Rússia, e de outros países produtores de petróleo.

Com o acordo, os sauditas aceitariam reduzir a produção da commodity em 4 milhões de barris por dia, enquanto os russos cortariam suas extrações em 2 milhões de barris diários.

À medida que a pandemia de Covid-19 se espalha no mundo, reduzindo o consumo de combustível nas cidades, o preço do petróleo despencou. A Opep prevê uma queda de 30 milhões de barris por dia apenas em abril.

“Os fundamentos de oferta e demanda são assustadores”, frisou o secretário-geral da Opep, Mohammed Barkindo. O recuo apenas no segundo trimestre deste ano já chegou a 12 milhões de barris por dia e continua aumentando. “É sem precedentes na história moderna.”

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp