Oferta da Track & Field sai abaixo da faixa indicativa e movimenta R$ 523 milhões

Track Field Divulgação

A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Track & Field saiu a R$ 9,25 por ativo, valor abaixo da faixa estipulada pelos coordenadores da operação, que variava de R$ 10,65 a R$ 14,95.

Com isso, o IPO da varejista movimentou R$ 523 milhões, somando os R$ 340,6 milhões referentes à oferta secundária e R$ 182,4 milhões correspondentes à tranche primária, cujos recursos vão para o caixa da companhia.

Diferente das demais empresas que abriram capital recentemente na bolsa brasileira, a operação da Track & Field envolveu a venda de ações preferenciais (PNs) ao invés de ordinárias (ONs).

No prospecto preliminar enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a rede de lojas de artigos esportivos e de moda praia afirmou que seu estatuto prevê que todos os seus papéis têm direito a voto, com as ações PNs detendo direito econômico 10 vezes maior do que as ONs.

Segundo a companhia, os recursos provenientes da oferta primária serão destinados para pagar dívidas, distribuir dividendos e investir em produtos, cadeia de produção e em seu centro de distribuição.

As ações estreiam na B3 na próxima segunda-feira (26), sob o ticker de negociação TFCO4.

Os coordenadores da oferta foram o BTG Pactual, Bank of America, Itaú BBA e Santander.

Foto: Divulgação

 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp