IBC-Br despenca 9,73% em abril

Banco Central do Brasil

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado pelo mercado como prévia do Produto Interno Bruto (PIB), caiu 9,73% em abril frente ao mês anterior, na série com ajuste sazonal. As informações foram divulgadas pelo BC nesta quinta-feira, 18.

De acordo com o BC, o resultado é o pior para um mês de abril em toda série histórica e veio um pouco menor do que o projetado por analistas consultados pela Bloomberg, que esperavam uma retração de 10,2% no período.

→ Leia também: IBC-Br registra queda de 5,9% em março, diz BC

Em relação a abril de 2019, o IBC-Br registrou uma queda de 15,09%, na série sem ajuste, seguindo a mesma linha projetada pelo mercado.

No acumulado do ano, a queda é de 4,15%, enquanto em 12 meses até abril, o índice apresenta um recuo de 0,52%.

Vale ressaltar que os números referentes a abril refletem o primeiro mês cheio de quarentena no Brasil, uma vez que o isolamento social foi adotado a partir da segunda quinzena de março em decorrência da pandemia de covid-19.

O que é o IBC-Br?

O IBC-Br, divulgado mensalmente, é um indicador do Banco Central considerado pelo mercado como uma prévia do resultado do PIB, que é a soma de todos os serviços e bens produzidos no país. Ele serve de base para investidores e empresas adotarem medidas de curto prazo.

No entanto, o resultado não reflete necessariamente o desempenho anual do PIB.

Foto: Agência O Globo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!