Hypera registra lucro líquido de R$ 238,8 milhões no 4T19, queda de 22,9%

Remédios, foto de Unsplash

A Hypera apresentou um lucro líquido de R$ 238,8 milhões no quarto trimestre de 2019, o que representa uma queda de 22,9% em comparação ao mesmo período de 2018. Já no acumulado do ano passado, a companhia somou R$ 1,164 bilhão, alta de 3% frente aos doze meses de 2018.

Enquanto isso, o lucro líquido das operações continuadas da maior indústria farmacêutica do Brasil registrou uma queda menor quando comparado aos três últimos meses de 2018, para R$ 246,7 milhões (-20,4%).

Segundo a farmacêutica, o resultado foi afetado por causa da estabilidade da receita líquida, na comparação anual, e pelo avanço das despesas com vendas gerais e administrativas.

O resultado financeiro de 2019 foi positivo em R$ 14,4 milhões, com aumento de R$14,3 milhões em relação ao ano anterior.

“Essa variação é resultado principalmente do aumento na atualização monetária de créditos tributários por conta da contabilização do crédito relacionado à exclusão do ICMS na base de cálculo do PIS/COFINS no 1T19”

informou a companhia em nota.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) das operações continuadas foi de R$ 224,2 milhões no último trimestre, queda 31,7% no comparativo com o mesmo período do ano retrasado.

De acordo com a Hypera, a queda foi ocasionada porque a empresa investiu mais em pesquisa e desenvolvimento.

Resultado fraco

Para os analistas do Credit Suisse, o resultado da Hypera do último trimestre de 2019 veio fraco, embora em linha com as expectativas do mercado.

Entretanto, as perspectivas para os próximos trimestre são positivas, principalmente devido às novas aquisições da Hypera, informa o banco, citando a compra do portfólio da Takeda na América Latina por US$ 825 milhões.

Ibovespa

Às 12h26, as ações ordinárias da Hypera (HYPE3) registravam queda de 9,06% no pregão desta segunda-feira, 9. Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Hypera, às 12h26, no TradeMap
Hypera, às 12h26, no TradeMap

Foto: Unsplash