Fed projeta que a inflação ficará acima de 2% este ano e no próximo

Christopher Waller afirmou em evento que a alta dos preços e dado fraco de criação de empregos são temporários e é necessário paciência.

Federal Reserve Meeting Fed
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Christopher Waller, integrante do FOMC e do Federal Reserve (banco central dos EUA), afirmou em evento virtual na última quinta-feira,13, que a escalada nos preços e o baixo índice de criação de empregos no país norte-americano são temporários. 

O executivo disse esperar que a inflação ultrapasse a meta de 2% estipulada pelo Fed por um período de dois anos (este e o próximo), mas ponderou que o banco central não aumentará as taxas até que veja a inflação acima da meta por um longo tempo ou excessivamente alta.

Segundo ele, o movimento reflete a base de comparação fraca, gargalos na cadeia produtiva, excesso de demanda por trabalhadores e estímulos fiscais.

“Se eu visse uma inflação de 4% mês após mês, mês após mês, ficaria muito preocupado”, disse Waller. “Mas não é isso que eu espero”, acrescentou, dizendo que vê a inflação em torno de 2,25% ou 2,5% nos próximos dois anos.

Na última quarta-feira, 12, o índice de preços ao consumidor (CPI) dos Estados Unidos aumentou 0,8% em abril, na comparação com março, e 4,2% em relação a abril de 2020. Trata-se da maior alta para o mês desde 2009. 

No mesmo dia, as bolsas de Nova York despencaram mais de 2% cada uma delas e os rendimentos dos títulos do Tesouro americano subiram 4,42%, para 1,69, maior valor desde o início de abril. 

“Embora eu espere que todos esses preços se afrouxem e que o aumento da inflação se reverta, pode demorar algum tempo até que isso aconteça”, disse Waller.

Em relação aos dados do mercado de trabalho, que vieram muito abaixo do esperado no payroll da última sexta-feira, integrante do Fed entende que a tendência é transitória e que a recuperação ganhará força nos próximos meses.

→ Veja também: EUA criam 266 mil empregos em abril, valor abaixo dos 978 mil esperados

De acordo com ele, ainda há dificuldades em encontrar trabalhadores por conta do medo da Covid-19 que muitos americanos ainda têm.

“Precisamos ver mais meses de dados. Agora é hora de sermos um banco central paciente, e não guiados por surpresas temporárias nos indicadores”, disse ele, reiterando que o Fed deve manter a política acomodatícia “por algum tempo”.

*Com informações de Reuters e Estadão Conteúdo.

Leia também:   Fed falhou na política monetária e isso tem consequências para emergentes, diz El-Erian, ex-CEO da Pimco

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.