Ex-presidente Lula tem condenações anuladas e torna a ser elegível; mercado reage negativamente

Ibovespa declina 3,76%, chegando perto da mínima

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, anulou nesta segunda-feira, 8, as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva relacionadas às investigações da Operação Lava Jato.  

Desse modo, o ex-presidente não se enquadra mais na Lei da Ficha Limpa e volta a ser elegível, podendo, portanto, disputar as eleições de 2022, se assim desejar. 





Ao fazer a decisão sobre o habeas corpus de Lula, Fachin declarou que a 13ª Vara Federal de Curitiba não possuía competência para julgar os processos da Lava Jato (do tríplex do Guarujá/SP, do Instituto Lula e do sítio de Atibaia/SP). Desse modo, caberá à Justiça Federal do Distrito Federal analisar os três casos.  

O mercado, porém, reagiu negativamente. A Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, que já vinha em queda nesta segunda-feira, teve seu movimento decrescente ainda mais acentuado após divulgação da notícia.  

Por volta das 17h, o principal índice da B3, o Ibovespa, caía mais de 3% com a decisão do STF, ficando em 110.872 pontos, enquanto o dólar subia 1,70%. 

Foto: Getty Images

Leia também:   Sabesp pretende contratar consultoria para estudar privatização

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp