Eneva solicita reunião com AES Tietê para apresentar detalhes da proposta de fusão

AES Tietê alega que oferta da Eneva é hostil e busca assessores para avaliar negócio, foto de Reuters

A Eneva convidou assessores legais da AES Tietê para uma reunião eletrônica no dia 30 deste mês. A companhia disse por meio de nota que enviou ontem à noite, 25, uma carta à elétrica e que pretende apresentar “detalhes regulatórios, fiscais e de estrutura” sobre a proposta de combinação de negócios das empresas.

No início do mês, a Eneva fez uma oferta hostil (quando não é solicitada) à AES Tietê, alegando que a fusão das companhias resultaria em uma “gigante do setor de geração”.

De acordo com nota publicada pela Eneva, o negócio envolveria o pagamento de R$ 2,75 bilhões em dinheiro e mais um montante em ações da empresa aos atuais acionistas da AES Tietê.

No entanto, a AES vem reclamando de falta de informações para avaliar a proposta. Na véspera, a companhia informou que seu conselho definiu pela continuidade de uma plano de trabalho para avaliação da oferta.

Por outro lado, a Eneva disse que a proposta seria “benéfica para todos os acionistas de ambas as companhias”. Ela também acrescentou que está aberta a avaliar em conjunto outras possíveis formas de implementação da proposta.

Ibovespa

Às 14h25, os papéis da Eneva (ENEV3) e da AES Tietê (TIET11) subiam 4,34% e 6,44%, respectivamente, no pregão desta quinta-feira, 26. Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Eneva e AES Tietê, às 14h25, no TradeMap
Eneva e AES Tietê, às 14h25, no TradeMap

Foto: Reuters