Banco do Brasil limita dividendos a 25% do lucro, conforme resolução do CMN

BB

O Banco do Brasil informou ontem à noite, 7, que vai cumprir a resolução 4.797 do Conselho Monetário Nacional (CMN) e pagará dividendos de 25% aos acionistas neste ano, conforme estabelecido na última segunda-feira, 6.

→ Leia também: o que são dividendos?

“O cumprimento da resolução CMN nº 4.797/20 não implica a redução ou a suspensão dos juros dos instrumentos de dívida subordinados de emissão do BB e elegíveis a capital nível I”, destacou o banco em nota.

Vale lembrar que o CMN suspendeu temporariamente a distribuição de dividendos por instituições financeiras e o aumento de remuneração dos executivos dos bancos.

Segundo o Banco Central, a decisão faz parte de um conjunto de medidas que a autarquia está adotando para enfrentar os potenciais efeitos da Covid-19 na economia.

“O objetivo da regulamentação é evitar o consumo de recursos importantes para a manutenção do crédito e para a eventual absorção de perdas futuras. As vedações serão aplicadas aos pagamentos referentes às datas-bases compreendidas entre a data da entrada em vigor da Resolução e 30 de setembro de 2020 e aos pagamentos a serem realizados durante a vigência da norma”, disse o BC em nota à imprensa.

Foto: Banco do Brasil/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp