B3 anuncia mudanças na metodologia de seu índice de sustentabilidade

Segundo a bolsa brasileira, as alterações foram feitas para tornar o indicador mais transparente e simples para os investidores

ESG Sustentabilidade - Pixabay
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) anunciou nesta terça-feira, 20, que revisou a metodologia de seu Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE B3) para torná-lo mais simples e transparente para os investidores.  

Uma das principais alterações é que o índice passará a listar em ranking as empresas mais avançadas na agenda ESG. 



O que significa ESG? Acesse aqui o artigo que o TradeMap preparou. 

A nova metodologia contará com a divulgação da nota geral de todas as companhias que participarem do processo de seleção, até mesmo as que não forem selecionadas para a carteira. 

Além disso, apresentará a pontuação obtida pelas empresas nos 28 temas a respeito de meio ambiente, modelo de negócios, inovação, governança corporativa e alta gestão, capital humano e social. 

Hoje, o indicador não permite a comparação entre diversas empresas e setores por não contar com a divulgação das notas individuais nem por temas. 



“O ISE B3 é um indicador importante para os investidores que estão ávidos por ativos sustentáveis, mas também tem o papel de estimular as empresas a avançarem em suas práticas ESG”, disse a diretora-executiva de Pessoas, Marketing, Comunicação e Sustentabilidade da B3, Ana Buchaim 

“Faz parte do nosso compromisso com a evolução da pauta de sustentabilidade entregar um indicador que esteja à altura da sofisticação que o mercado vem ganhando nessa área”, completou. 

Além disso, a reformulação do índice também traz parceiros com metodologias reconhecidas internacionalmente, como o CDP (Carbon Disclosure Project) e a RepRisk, para uma avaliação detalhada dos temas de mudança do clima e do risco de imagem.  

Principais mudanças 

Revisão da carteira 

A regularidade de revisão da carteira do ISE B3 aumentará, deixando de ser uma revisão anual, mas duas vezes ao ano, em maio e setembro.  

Assim, caso haja alguma mudança na gestão das companhias, serão percebidas em prazos menores. 

Peso do índice 

O maior peso na composição do índice deixará de ser das empresas com maior valor de mercado, passando a ficar com aquelas com maior pontuação obtida no score ISE B3. 

Inscrições 

Com a alteração, não existirá mais uma quantidade máxima de empresas permitidas no índice. 

Entretanto, para participar do processo, a companhia deve seguir alguns critérios, como não ser considerada Penny Stock, ocupar primeiras 200 posições de empresas mais líquidas listadas na B3 e ter presença em pregão superior a 50%. 

Além disso, a inscrição, que antes era de até R$ 35 mil, passará a ser gratuita. 

As companhias poderão se inscrever no ISE B3 a partir desta terça-feira, 20. Acesse aqui para saber mais. 

 Foto: Pixabay

Leia também:   B3 anuncia mudança de horários de negociação a partir de 08/11; confira

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais