Azul reduz voos em 90% e adota outras medidas para cortar custos; Gol segue mesma linha

Azul, foto de Rahel Patrasso - Reuters

A Azul informou nesta terça-feira, 24, que reduzirá em 90% a capacidade total de voos a partir de amanhã até o dia 30 de abril. Com isso, a companhia aérea manterá 70 voos diários para 25 cidades do país.

“Estamos trabalhando com o governo brasileiro para garantir que a infraestrutura da aviação permaneça favorável para operarmos uma malha reduzida de maneira confiável, permitindo o movimento crítico de pessoas e produtos”, disse a Azul em nota.

Além da redução dos voos, a Azul também anunciou o corte em cerca de 65% nos custos e despesas com folha de pagamento em abril, a partir das seguintes iniciativas:

  • Aumento na quantidade de tripulantes que aderiram ao programa de licença não-remunerada da companhia (totalizando mais de 7.500 solicitações aprovadas até hoje)
  • Redução salarial de 50% para os membros do comitê executivo (diretores e diretores estatutários) e de 25% para gerentes

A Azul ainda informou que está trabalhando para fortalecer sua posição de liquidez com a preservação de caixa, incluindo uma gestão ativa de todas as despesas de capital de giro.

“A companhia está confiante de que irá superar o impacto do Covid-19 através de seu modelo de negócios rentável, sua forte posição de caixa e sólido balanço”, finalizou.

Gol

Em linha com a Azul, a Gol também tomou medidas em razão da pandemia do novo coronavírus, informando que entre os dias 28 de março e 3 de maio manterá sua operação somente a malha essencial de 50 voos diários.

Segundo a companhia aérea, os voos diários conectam todas as capitais dos estados brasileiros a partir do aeroporto internacional de Guarulhos.

“Essa nova malha resulta na redução da oferta da Gol de aproximadamente 92% nos mercados domésticos 100% nos mercados internacionais até o início de maio”, disse a empresa.

Ibovespa

Às 11h23, os papéis da Azul (AZUL4) e da Gol (GOLL4) tinham alta de 19,47% e 19,05%, respectivamente, no pregão desta terça-feira. Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4), às 11h23, no TradeMap
Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4), às 11h23, no TradeMap

Foto: Rahel Patrasso/Reuters