1º ETF de Bitcoin da América Latina estreia na B3 este mês

Chamado QBTC11, o ETF estreará na Bolsa no dia 23 de junho

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A gestora QR Capital anunciou nesta quarta-feira, 09, o lançamento do primeiro fundo de índice (ETF) de bitcoin a ser listado na bolsa de valores brasileira, a B3. 

Denominado QBTC11, ele será o primeiro ETF da América Latina com 100% de exposição ao criptoativo e terá uma taxa de administração de 0,75% ao ano. 





Além disso, ele utilizará como referência o índice CME CF Bitcoin Reference Rate, referência dos contratos futuros da criptomoeda negociados pela bolsa Chicago Mercantile Exchange Group. 

“O QBTC11 permite a investidores se protegerem do risco cambial se expondo a um ativo dolarizado e altamente líquido — o bitcoin, maior de todas as criptomoedas, tem volume de movimentação diário superior a R$ 100 bilhões, ou cerca de 4 vezes o volume da própria B3″, destacou a QR Asset. 

Vale destacar que outro ETF de criptomoedas já foi lançado no mercado em abril, o Hashdex Nasdaq Crypto Index Fundo de Índice (HASH11), da gestora Hashdex. 

Segundo o cronograma, os pedidos de subscrição de cotas serão iniciados na próxima segunda-feira, 14, e terminarão no dia 18. 

A data de liquidação está prevista para o dia 22 e o início das negociações na B3, para o dia 23. 

A oferta será coordenada por Easyinvest, BTG Pactual, Vitreo, Órama, Modal Mais e Inter. 





Foto: MichaelWuensch/Pixabay

Leia também:   Sabesp pretende contratar consultoria para estudar privatização

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp