Mercado global inicia semana no meio a meio; inflação continua no radar dos investidores

No Brasil, as atenções continuam no campo político, com a PEC dos Precatórios e a reforma administrativa

Unsplash
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

As bolsas asiáticas fecharam de forma mista nesta segunda-feira, 13, afetadas novamente pela onda de repressão regulatória da China, que agora exige ao grupo Ant Financial a reestruturação do aplicativo Alipay.

Além disso, dados econômicos dos últimos meses mostraram uma recuperação chinesa mais lenta por conta do retorno dos surtos do vírus, prejudicando a atividade.

Já as bolsas europeias e os futuros americanos operam no campo positivo, mas as atenções continuam voltadas à alta da inflação.

Nos Estados Unidos, o índice de preços ao produtor (PPI) veio acima do consenso, ficando em 0,7% em agosto. Na base anualizada, o indicador registrou 8,3%, sendo o maior percentual desde novembro de 2010.

Leia também:   Mercado brasileiro está barato e poderá ter rali se incerteza fiscal de 2022 diminuir, diz Figueiredo, ex-BC

Com isso, o debate do tapering voltou a esquentar, com apostas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) possa apressar para a reunião da próxima semana (21 e 22) o anúncio formal do início da retirada gradual dos estímulos econômicos.

Na Europa os investidores ainda repercutem a decisão do Banco Central Europeu, na semana passada, em começar a desacelerar o ritmo do programa emergencial de compras, dado ao crescimento da inflação.

Entre as commodities, o petróleo continua subindo por causa da demora na retomada na produção do óleo no Golfo do México devido à tempestade Ida. Enquanto isso, o minério de ferro cai com a China ainda tentando segurar o preço da commodity em baixa, intervindo assim na produção de aço.

Leia também:   Rebalanceamento do Ibovespa: quem entra e quem sai? Veja opinião de analistas

No Brasil, as atenções continuam no campo político, com a PEC dos Precatórios e a reforma administrativa. No Senado, é esperado o avanço nos marcos legais da ferrovia, além da reforma do Imposto de Renda e da privatização dos Correios.

Para esta segunda-feira, os investidores deverão acompanhar a divulgação do Boletim Focus para tentar traçar as projeções do mercado para alguns indicadores, como o PIB, inflação e a Selic.

Do lado externo, a agenda está bem esvaziada de indicadores.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.

Não vá ainda...
Olha só o que tá rolando!

Popup Banner Black Week 3 1