Entenda o que é o IPO e como funciona

pilhas de moedas
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Você ouviu muito sobre “IPO” no mercado financeiro e não sabe o que é? É para isso que o TradeMap preparou este artigo!

Abrir o capital e negociá-lo na Bolsa de Valores é um recurso muito utilizado pelas empresas atualmente, isso porque é uma boa oportunidade para estas captarem recursos e ampliarem seus negócios. 





As companhias que negociam seus ativos em bolsa são consideradas companhias de capital aberto, ou seja, qualquer pessoa pode comprar uma parte dela e se tornar, assim, um acionista. 

Para isso, elas passam pelo processo de abertura de capital, o famoso IPO 

Quer saber mais?  Então vamos lá!  

O que é IPO? 

oferta pública inicial de ações, conhecida como IPO (Initial Public Offering, na sigla em inglês), consiste no primeiro passo de uma companhia para adentrar no mercado de capitais e estrear na bolsa de valores. 

Existem três procedimentos formais de registro para que a empresa abra capital. 





O primeiro passo é pedido de registro de companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) – órgão regulador e fiscalizado. 

O segundo é protocolar um pedido de registro de oferta, também solicitado à CVM, para a realização da oferta pública de ações. 

Por último, é necessário realizar uma solicitação de listagem na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), a bolsa de valores brasileira, para que a companhia passe a negociar seus papéis e outros valores mobiliários. 

Veja o infográfico abaixo: 

arte infografico 1Infográfico por TradeMap

Vale lembrar que a abertura de capital pode ocorrer com ou sem oferta de ações no mercado!  

Caso a companhia opte por negociar seus papéis, é necessário que ela escolha um dos segmentos de governança corporativa: Nível 1, Nível 2, Novo Mercado e Bovespa Mais e Bovespa Mais Nível 2. 

B3 Niveis

Fonte: B3





Quer saber mais sobre os segmentos? O TradeMap já preparou um artigo sobreClique aqui para mais informações. 

Requisitos para fazer um IPO 

Para que a empresa se torne uma companhia aberta e realize um IPO, é necessário que sejam cumpridas algumas exigências: 

  • Ser uma sociedade constituída sob a forma de S.A; 
  • Ter três anos de demonstrações financeiras auditadas por auditor independente registrado na CVM (ou auditado desde o início para caso de empresas com menos de 3 anos); 
  • Designar diretor de RI estatutário; 
  • Possuir Conselho de Administração; 
  • Identificar eventual segmento de listagem e fazer o pedido de listagem e de admissão à negociação na B3; 
  • Realizar oferta pública de distribuição de valores mobiliários registrada ou dispensada de registro pela CVM. 

Como é o processo de abertura de capital? 

De acordo com a B3, o processo de abertura de capital leva, em média, 10 semanas. Para que o procedimento comece, a Bolsa exige alguns itens fundamentais. 

Veja no infográfico: 

arte infografico 2

Infográfico por TradeMap

Assim que todas as solicitações acima tiverem sido feitas, a empresa deverá montar um prospecto preliminar. 

Prospecto Preliminar 

Prospecto Preliminar é como se fosse um manual do IPO para os investidores. Nele, a companhia define todas as informações fundamentais da oferta, como: 





  • Descrição da oferta; 
  • Ticker (Código) da ação; 
  • Faixa indicativo de preço por ação ofertada; 
  • Público-alvo; 
  • Composição do capital social; 
  • Identificação dos acionistas; 
  • Cronograma; 
  • Regras e outros elementos. 

Por isso, é um documento extremamente importante e deve ser lido por todos os investidores, antes que estes decidam se irão ou não comprar uma ação. 

Por fim, a empresa deposita seu prospecto junto à CVM, emite comunicado ao mercado – informando a quantidade de ações ofertadas, data de precificação, negociação na bolsa e outras informações relevantes – e vende seus papéis aos investidores interessados. 

Como é feita a distribuição? 

No mercado de capitais, existem dois tipos de distribuição: 

  • Distribuição primária: a companhia emite e vende novas ações ao mercado. Assim, os recursos obtidos vão direto para o caixa da empresa; 
  • Distribuição secundária: alguém que já detém certa participação na companhia quer se desfazer dela. Por isso, o dinheiro levantado vai para o ex-proprietário dos papéis vendidos. 

Como funciona o IPO para os investidores? 

Pois é, quem tiver interesse em comprar os ativos também deve passar por alguns processos! 

Assim que a empresa divulga o prospecto e aviso ao mercado, ela marcará uma data de reserva para as suas ações. 





Nesta etapa, o investidor tem que preencher, por meio de alguma corretora, o valor que gostaria de adquirir. 

Você já viu as corretoras parceiras do TradeMap? Corre aqui! 

Entretanto, o procedimento de bookbuilding e fixação do preço dos papéis terminam às vésperas do IPO.  

Aliás, você sabe como funciona o bookbuilding? O TradeMap fez um texto explicando, acesse aqui pra ler. 

Por isso, a solicitação precisa ser feita em dinheiro e não pela quantidade dos ativos. Quer ver um exemplo? Então vamos nessa! 

Imagine que o Sr. José tem interesse em comprar R$ 10 mil em ações da empresa TradeMap e, por isso, ele faz uma solicitação à corretora de valores para reservar essa quantia no IPO da companhia. Até aí tudo bem, certo? 

Bom, após o TradeMap encerrar o período de reserva, o próximo passo é definir o preço por ação em sua oferta.  

Vamos supor que a companhia chegue a um valor de R$ 25 por ativo 

Como o Sr. José já comprou R$ 10 mil, ele irá deter 400 ações. Fácil, ? 

É bom lembrar que, após o período de reserva, o investidor não poderá mais desistir do negócio. Então é necessário que você tenha total certeza sobre a operação, hein?! 

Vale a pena abrir capital? 

Temos que ter em mente que, a partir do momento em que a empresa opta por abrir capital, logo ela irá ampliar o seu quadro de sócios. 

Existe uma relação entre os investidores com a companhia, pois, além de se tornarem parceiros de negócios, eles também passarão a ser proprietários de uma certa parcela da empresa. 

De acordo com a B3, a abertura de capital representa redução de risco de crédito para a companhia. 

Os recursos dos sócios investidores não têm prazo de amortização ou resgate, da mesma forma que o dinheiro que o empresário colocou no empreendimento. 

Outro ponto é que, diferente de empréstimos, não exigem rendimento definido: o retorno dos investidores depende totalmente do desempenho da empresa na bolsa de valores. 

Além disso, também existem outros benefícios para a companhia: 

  • Liquidez patrimonial 
  • Processo sucessório e de partilha de liderança 
  • Visibilidade ao ser regulamentada 
  • Projeção e reconhecimento dos públicos 

Quais são as despesas para a empresa que decide fazer IPO? 

Ao decidir abrir capital, a empresa terá custos com contratação de auditoria externa, preparação de documentos publicações legais, confecção de prospecto, comissão da instituição financeira e processo de marketing. 

Também é possível contratar uma empresa de consultoria para auxiliar na definição do plano de abertura de capital, além da organização interna e na avaliação preliminar da companhia. 

Com isso, dá pra perceber que não é um processo barato, não é? Mas as despesas estão diretamente relacionadas ao grau de complexidade de cada empresa! 

Agora que você já sabe tudo sobre o processo de abertura de capital, que tal darmos uma olhada no fechamento de capital? 

Como funciona o processo de fechamento de capital? 

Do mesmo jeito que uma empresa decide abrir capital, ela também pode fazer o processo inverso e decidir encerrar suas atividades no mercado aberto. 

Isso significa que a companhia deixará de negociar suas ações na bolsa de valores e voltará a ser privada. 

Isso que é a OPA (oferta pública de aquisição): de modo resumido, é a decisão da companhia dsair do mercado de capitais. 

Para isso, o acionista controlador precisa chegar a um acordo para oferecer aos demais investidores minoritários para conseguir garantir a compra do restante dos papéis no mercado. 

Acompanhe todo processo do IPO pelo TradeMap Web 💻   

Acesse nosso portal, clique no Módulo de Ações e, em seguida, selecione a aba IPOs, que fica na barra superior central da tela.  

Por lá, você conseguirá acompanhar todas as atividades relacionadas à oferta pública inicial, como valor da operação, faixa estimada pelos coordenadores, cronograma do IPO e muito mais, além de ter acesso ao prospecto na íntegra. 📊

Leia também:   Relatório: setor aéreo

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais