Navegue:
Taesa (TAEE11): novas linhas de transmissão darão empurrãozinho em resultado do 2º trimestre

Taesa (TAEE11): novas linhas de transmissão darão empurrãozinho em resultado do 2º trimestre

Rapidez em obras da concessão de Sant'Ana devem ajudar a aumentar receita da companhia durante o período

linha de transmissão de eletricidade

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

A Transmissora Aliança de Energia Elétrica (Taesa) concluiu antecipadamente parte das linhas de transmissão e de uma subestação da concessão Sant’Ana, no Rio Grande do Sul, o que deve impulsionar levemente a receita da companhia a partir do segundo trimestre.

Segundo a Taesa, o Operador Nacional do Sistema Elétrico liberou na última sexta-feira (1) as linhas de transmissão Livramento 3 – Alegrete 2 (C1) e LT Livramento 3 – Cerro Chato (C1) e parte da subestação SE 230 kV Livramento 3.

Com isso, segundo a empresa, as instalações “entraram em operação comercial com uma antecipação de quase 12 meses em relação ao prazo”.

Na prática, isso significa que a Taesa poderá receber, também de forma antecipada, parte da chamada receita anual permitida (RAP) referente ao empreendimento. Neste caso, o valor para toda a concessão de Sant’Ana é de R$ 67,1 milhões, e a companhia receberá pouco mais de 23% retroativos a 28 de março.

No final do ano passado, a Taesa conseguiu impulsionar os próprios resultados terminando mais cedo do que o previsto a concessão Janaúba, que somou R$ 213,6 milhões de RAP para a companhia.

Leia mais:
Taesa (TAEE11) aposta em crescimento e competitividade para gerar valor a longo prazo; veja análise

As units da Taesa (TAEE11) operavam praticamente estáveis nesta segunda-feira (4), a R$ 44,25

Compartilhe:

Compartilhe: