Navegue:
Ibovespa tem leve alta de 0,06% na 3ª feira; veja quais indicadores acompanhar hoje

Ibovespa tem leve alta de 0,06% na 3ª feira; veja quais indicadores acompanhar hoje

DepositPhotos Mercado 300x225 1

Foto: DepositPhotos

Por:

Compartilhe:

Por:

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores, fechou o pregão da última terça-feira em leve alta de 0,06%, aos 110.458 pontos. 

Internamente, dados de produção industrial e o PMI de serviços saíram piores que o esperado, podendo ser um indício de novas revisões para o Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre. 

produção industrial brasileira registrou queda de 0,7% em agosto frente a julho, na série com ajuste sazonal, o terceiro resultado negativo consecutivo, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em três meses, a queda chega a 2,3%. 

Índice Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) do país, divulgado pela IHS Markit, recuou para 54,6 em setembro, ante 55,1 em agosto. Apesar da leve queda, o resultado foi o segundo maior em mais de nove anos e meio. 

Na cena corporativa, destaque para o setor bancário. As ações do Banco do Brasil (BBAS3) subiram 4,34%, acompanhadas pelas units do Santander (SANB11), com alta de 2,41%, pelos papéis do Itaú Unibanco (ITUB4), com alta de 2,01%, e por Bradesco (BBDC4), com ganho de 1,06%. 

As empresas do setor de frigorifico também tiveram bom desempenho, com a elevação do dólar contribuindo para a valorização das empresas do setor.  

As ações da JBS (JBSS3) avançaram 2,31%, seguidas pelas da Marfrig (MRFG3), com aumento de 1,59%, e da Minerva (BEEF3), com avanço de 1,32%. 

Os papéis da Petrobras (PETR4) também subiram ontem, com valorização de 2,26%, em meio à leve alta no preço do petróleo.  

Os contratos de petróleo do tipo Brent para dezembro registraram queda de 0,15%, a US$ 82,59 o barril, enquanto os do tipo WTI para novembro subiram 0,03%, a US$ 79,11. 

Do lado negativo do Ibovespa, bancos menores e digitais tiveram um dia de baixa. Os papéis do Banco Pan (BPAN4) e do Inter (BIDI11) recuaram 6,27% e 2,80%, respectivamente. 

Nos EUA, as bolsas fecharam em alta, após dados de atividade ficarem dentro do esperado pelo mercado, registrando crescimento, embora com queda na base mensal. 

O PMI composto do país, que engloba os setores industrial e de serviços, passou de 55,4 em agosto, para 55 em setembro. O PMI de serviços americano também recuou, de 55,1 na leitura de agosto, para 54,9 em setembro.   

Em Wall Street, o índice Dow Jones registrou alta de 0,92%, aos 34.314 pontos; o S&P ficou positivo em 1,05%, a 4.345 pontos; e o Nasdaq fechou com valorização de 1,25%, aos 14.433 pontos. 

Investidores ainda deverão acompanhar o plano de infraestrutura do presidente americano Joe Biden, além de seguirem atentos à escalada global da inflação. 

 Agenda Econômica 

Nesta quarta-feira, 06, serão divulgados o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) de setembro, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), e as vendas no varejo de agosto, pelo IBGE. 

No mercado externo, as atenções estarão voltadas para a divulgação de dados de emprego no setor privado e para estoques de petróleo. 

Compartilhe:

Tags:

Compartilhe: