Navegue:
Movida (MOVI3): lucro praticamente dobra no 4º trimestre e ações sobem na Bolsa

Movida (MOVI3): lucro praticamente dobra no 4º trimestre e ações sobem na Bolsa

Às 11h45, as ações da empresa subiam 6% na B3. XP e Itaú BBA consideram os resultados bons, mas só a primeira recomenda compra

Movida foto divulgacao

Foto: Movida/Divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

A Movida (MOVI3), empresa do ramo de aluguel de carros, reportou seus resultados do quarto trimestre de 2021 e o resultado parece ter agradado os investidores. Às 11h45, as ações da empresa subiam 6% na B3, sendo negociadas a R$ 16,57.

A companhia registrou um lucro líquido de R$ 276,7 milhões nos últimos três meses de 2021, 99,5% maior que o período equivalente de 2020.

A empresa afirma que esse aumento se deu pela estratégia da companhia de renovar sua frota durante a pandemia, que cresceu 50% em comparação com 2020. Em 2021, a empresa fechou o ano com uma frota de 187 mil carros.

Segundo a XP, o resultado veio 7% acima da expectativa do mercado. A corretora de investimentos considerou o balanço positivo.

Para a corretora, o destaque positivo do balanço foi a continuidade do bom desempenho do segmento do aluguel de varejo (RaC), aliviando as preocupações de lucratividade devido ao aumento dos preços dos carros novos.

“Além disso, vimos mais uma vez números positivos de vendas de carros usados, com fortes margens. Ainda notamos um cenário desafiador para o crescimento dos volumes, impactado pelo ambiente restritivo de oferta de carros”, afirmam os analistas Pedro Bruno e Lucas Laghi, da XP.

A corretora possui uma recomendação de compra para as ações da Movida, e atualmente projeta um preço-alvo de R$ 26 por papel.

O Itaú BBA, por sua vez, considerou o resultado em linha com suas expectativas. O banco considera que a empresa continua a se beneficiar do aumento do preço dos carros usados, contudo, o aumento das taxas de juros no país ofuscou alguns números operacionais.

Leia Mais:

Carros usados se valorizam na pandemia, mas preços altos estão com os dias contados

A instituição financeira também considera que o RaC foi o destaque positivo. “Com um bom cenário de precificação, principalmente nas diárias no segmento RaC e no preço dos carros vendidos no segmento de seminovos, a margem Ebitda consolidada atingiu 44,6%, 1 ponto percentual acima de nossas estimativas”, afirma o Itaú BBA.

O banco possui recomendação neutra para os papéis da Movida, e estima um preço-alvo de R$ 23.

Compartilhe:

Compartilhe: