Navegue:
Lucro da Totvs (TOTS3) aumenta 36% no 2º trimestre, impulsionado pela melhora operacional

Lucro da Totvs (TOTS3) aumenta 36% no 2º trimestre, impulsionado pela melhora operacional

Apesar de crescimento das linhas, resultado ficou abaixo do esperado pelo mercado

Fachada de prédio da Totvs

Foto: Divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

Impulsionado pelo crescimento operacional e pela melhora no resultado financeiro, o lucro líquido ajustado da Totvs (TOTS3) subiu 36% no segundo trimestre, na comparação com o mesmo período do ano passado, para R$ 103,6 milhões.

Apesar de representar crescimento na comparação anual, o lucro anotado pela Totvs ficou abaixo das expectativas da maior parte dos analistas.

O BTG Pactual esperava um número 35% maior, de R$ 140 milhões; a Santander Corretora apostava em R$ 112 milhões, 8% acima do reportado; e o consenso do mercado, compilado pela Bloomberg, previa R$ 125 milhões, 21% acima.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado encerrou o trimestre em R$ 229 milhões, alta de 24,5% na comparação anual. O resultado financeiro, por sua vez, foi de receita de R$ 13,3 milhões, contra despesa de R$ 13,6 milhões no segundo trimestre de 2021, devido principalmente a créditos tributários.

A margem Ebitda ajustada foi de 23,7%, 1 p.p (ponto percentual) abaixo do segundo trimestre de 2021.

A receita líquida consolidada fechou o trimestre em R$ 966 milhões, alta anual de 30%, ajudada principalmente pelo crescimento de 27% do segmento de gestão, que se beneficiou do aumento da receita de software as a service.

A unidade de business performance, por fim, anotou crescimento de 31,4% na receita recorrente, com adição líquida recorde de receita recorrente anualizada (ARR), de R$ 200 milhões, beneficiada, principalmente, pela incorporação da RD Station, em junho de 2021.

No período, a carteira de crédito da Totvs alcançou R$ 1,8 bilhão, valor 18% maior que o visto no mesmo período do ano anterior. A provisão para perda esperada, por sua vez, teve uma redução de 2,8% no trimestre ante o período imediatamente anterior, impactada pela redução do prazo médio da carteira, que passou de 62,9 dias para 59,4 dias.

 

Compartilhe:

Compartilhe: