Navegue:
Locaweb (LWSA3) recompra ações porque acha que estão baratas e para reter funcionários; cotação cai 2,45%

Locaweb (LWSA3) recompra ações porque acha que estão baratas e para reter funcionários; cotação cai 2,45%

Em entrevista à Agência TradeMap, o CFO da empresa, Rafael Chamas, afirmou que parte das ações será distribuída a empregados

locaweb2
Por:

Compartilhe:

Por:

A Locaweb – uma empresa de hospedagem de sites, serviços de internet e computação em nuvem – foi um dos IPOs de maior sucesso em 2020, realizado em fevereiro. Na ocasião, a empresa levantou R$ 1,32 bilhão em recursos e, após uma série de aquisições feitas desde então, a ação da companhia acumula uma valorização de 159%, a R$ 13,15. 

O papel, porém, já viveu dias melhores. Seu auge foi em fevereiro deste ano, quando o IPO completava um ano. A cotação chegou a R$ 34,99, quase sete vezes maior que o preço na abertura do capital. Desde o pico, a queda é de 62%. 

A própria empresa, contudo, acredita que a cotação tem potencial para voltar a subir e vê no preço mais baixo uma oportunidade para recomprar uma parte das ações. 

Nesta segunda-feira, dia 27, a Locaweb e seus executivos anunciaram que estão recomprando 5,5 milhões de ações – em uma tentativa de sinalizar ao mercado que a empresa confia no próprio taco. 

“Esse movimento mostra que acreditamos muito no potencial da companhia. A decisão de recompra foi unânime e todos envolvidos na alta gestão apostaram nessa estratégia, pois acreditamos no longo prazo da Locaweb” afirma Fernando Cirne, CEO da Locaweb, em nota. 

Do total de ações que foram recompradas, 2 milhões estão sendo readquiridas pela própria empresa. Os controladores recompraram outras 3.268.200 ações; o conselho de administração, 58.400 ações; e a diretoria, 128.000 ações. 

Não se trata, porém, de um movimento que vá causar uma mudança significativa na estrutura acionária da companhia ou que vá tirar liquidez do mercado. Segundo o CFO da companhia, Rafael Chamas, a recompra representa apenas 0,3% do total da empresa. 

Os analistas que cobrem a empresa concordam que a Locaweb está barata. Das 10 casas que acompanham a empresa, oito recomendam a compra do papel e apenas duas estão em uma posição neutra. A mediana das estimativas de preço-alvo aponta para uma cotação de R$ 24. A máxima é de R$ 42 e a mínima, de R$ 17. 

O BTG Pactual, por exemplo, que estima preço-alvo de R$ 22,5, afirmou, em relatório publicado em novembro, que, apesar da desaceleração do e-commerce, após o boom vivido no primeiro ano da pandemia, a Locaweb deve superar os seus pares listados na Bolsa, “uma vez que a empresa quase triplicou sua base de clientes desde o início de 2020, e ainda tem muito crescimento travado”.  

A Locaweb vale R$ 7,71 bilhões.

 Retenção de talentos 

Em entrevista à Agência TradeMap, o CFO da Locaweb disse ainda que a recompra de ações também faz parte de um esforço da companhia para reter os seus funcionários. 

O setor de tecnologia é marcado pela alta rotatividade de profissionais e as empresas têm buscado cada vez mais encontrar novas alternativas para evitar que seus empregados peçam demissão para ir para outro lugar. 

Uma das possibilidades é oferecer ações da companhia ao funcionário. Em geral, o empregado precisa ficar um período mínimo na empresa para poder vender o papel e se beneficiar da valorização. A Locaweb já faz isso, mas quer ampliar o benefício a um número maior de empregados, principalmente ao pessoal do time técnico. 

“Queremos que as pessoas trabalhem como acionistas, com a empresa sendo também delas, com espírito de dono”, afirmou Chamas, que disse que uma parte das ações recompradas pela empresa será distribuída a funcionários.

Apesar do anúncio, a ação da Locaweb é uma das que mais caem nesta segunda, entre as empresas do Ibovespa. Por volta das 17h, o papel operava em queda de 2,45%, a R$ 13,15. 

Compartilhe:

Compartilhe: