Navegue:
Itaú Unibanco (ITUB4): lucro cresce 45% em 2021 e carteira de crédito bate R$ 1 tri

Itaú Unibanco (ITUB4): lucro cresce 45% em 2021 e carteira de crédito bate R$ 1 tri

No quarto trimestre, a instituição teve lucro líquido de R$ 7,16 bilhões, alta de 32,9% ante um ano antes

Itaú Unibanco
Por:

Compartilhe:

Por:

O Itaú Unibanco encerrou o último trimestre do ano passado com lucro líquido recorrente de R$ 7,159 bihões, alta de 32,9% em relação a igual período do ano anterior, mostra balanço divulgado na noite desta quinta-feira (10) pela companhia.

Em relação ao terceiro trimestre, houve avanço de 5,6%.

Com isso, a instituição financeira teve, em todo o ano de 2021, lucro líquido recorrente de R$ 26,8 bilhões, expansão de 45% em comparação ao resultado alcançado em 2020.

A carteira de crédito do banco, por sua vez, terminou o ano passado com R$ 1,072 trilhão, crescimento de 18,1% sobre o que havia no final de 2020 e de 6,7% ante o resultado da carteira em setembro. Para 2022, o banco estima crescimento entre 9% e 12%.

Enquanto isso, a inadimplência caiu para 2,5% no quarto trimestre do ano passado, contra 2,6% no terceiro trimestre. No quarto trimestre do ano anterior, estava em 2,3%.

Os recursos destinados a cobrir possíveis calotes, chamados pelos bancos de provisões para devedores duvidosos (PDD), alcançaram R$ 6,827 bilhões no quarto trimestre, avanço de 21% em relação ao quarto trimestre de 2020 e alta de 23,5% em comparação ao terceiro trimestre.

Em 2021, o Itaú Unibanco somou R$ 21,6 bilhões em PDD, retração de 27,8% sobre o número alcançado em 2020.

O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE, na sigla em inglês) médio anualizado foi de 20,2%, acima dos 16,1% registrados em igual período de 2020. No ano todo, o retorno ficou em 19,3%, acima dos 14,5% registrados em 2020.

A margem financeira do banco com os clientes atingiu a soma de R$ 19,9 bilhões nos últimos três meses de 2021, alta de 24,3% em relação a igual período do ano anterior e avanço de 13,2% em comparação ao terceiro trimestre.

Em 2021, o banco acumulou margem com os clientes de R$ 70,4 bilhões, expansão de 8,3% ante o número atingido em 2020. Para 2022, a expectativa do Itaú é de aceleração, com expansão entre 20,5% e 23,5%.

A receita com prestação de serviços somou R$ 10,2 bilhões no período entre outubro e dezembro do ano passado, alta 4% em relação a igual período do ano anterior e avanço de 1,8% em comparação ao terceiro trimestre.

No ano todo, foram R$ 39,8 bilhões em receita com prestação de serviços, crescimento de 7,1% sobre o número anotado em 2020.

As despesas não decorrentes de juros (de pessoal, administrativas, de provisões e operacionais), por sua vez, atingiram R$ 13,3 bilhões no quarto trimestre, alta de 0,3% em relação a igual período de 2020 e avanço de 4,2% sobre o terceiro trimestre.

Em 2021, foram R$ 51,1 bilhões em despesas não decorrentes de juros, crescimento de 2% sobre o resultado de 2020. Para 2022, a instituição espera aumento de 3% a 7%.

Entre outubro e dezembro, o Itaú Unibanco fechou nove agências. Com isso, terminou o ano com 3.026 unidades, 15 a menos do que havia no final de 2020.

 

Compartilhe:

Compartilhe: