Navegue:
Bolsas internacionais sobem com receio reduzido sobre impacto da covid-19 na economia

Bolsas internacionais sobem com receio reduzido sobre impacto da covid-19 na economia

Percepção de que repique em casos de covid terá pouco efeito sobre economia anima investidores

Mapa mundi pixabay 1

Foto: Deposit Photos

Por:

Compartilhe:

Por:

As bolsas internacionais operam em alta a poucos dias do fim do ano, com investidores deixando em segundo plano as preocupações com potenciais impactos econômicos do aumento de casos de covid-19 sobre a economia.

Estudos publicados nos últimos dias sugeriram que a Ômicron, nova variante do vírus causador da covid-19, tende a provocar casos mais brandos da doença. Isso, associado à decisão do governo dos Estados Unidos de reduzir de dez para cinco dias o período de isolamento de pessoas com covid-19 e sintomas leves, ajudou a deixar os investidores menos preocupados com o rápido aumento de casos por lá e em outros países.

As bolsas da Ásia fecharam no campo positivo, refletindo a perspectiva de que eventuais medidas adotadas pelos governos da região para conter a covid-19 serão menos prejudiciais à economia. Outro fator que ajudou os mercados locais a subir foi a percepção de que o governo da China vai adotar medidas de estímulo ao crescimento uma vez definidas as metas econômicas de 2022, depois de vários órgãos oficiais indicarem que serão “proativos” neste quesito.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne ações de vários países da região, subia 0,54%, para 488,09 pontos, enquanto no mercado futuro dos Estados Unidos o índice acionário S&P 500 avançava 0,22%, para 4.793 pontos, sugerindo que o índice deve abrir em alta e pode registrar um novo recorde nesta terça-feira.

Entre as commodities, o preço do petróleo tipo Brent, que serve de referência para o mercado internacional, sobe e opera acima de US$ 78 o barril. O otimismo em relação à manutenção do ritmo de atividade econômica mesmo com os repiques em casos de covid ajuda a valorizar a commodity, mas os preços ainda podem sofrer efeitos negativos de um eventual acordo que afrouxe ou encerre o embargo ao petróleo iraniano. As negociações estão em andamento em Viena.

Compartilhe:

Tags:

Compartilhe: