Navegue:
Raízen compra o negócio de lubrificantes da Shell

Raízen compra o negócio de lubrificantes da Shell

Raízen (foto divulgação)
Por:

Compartilhe:

Por:

Raízen, joint venture entre a Shell e a Cosan (CSAN3), anunciou, por meio de fato relevante divulgado nesta segunda-feira, 07, a aquisição da totalidade do negócio de lubrificantes da Shell no Brasil. 

De acordo com o documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a transação inclui a planta de mistura de lubrificantes localizada na Ilha do Governador e a base de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. 

Além disso, a cadeia de distribuição e seus respectivos contratos também estão inclusos na negociação. 

A empresa destaca que, desde 2011, a Raízen Combustíveis atua como agente exclusivo de venda de lubrificantes da marca Shell, com base no contrato firmado por 10 anos entre a Raízen e a companhia anglo-holandesa, que venceria este ano. 

O fechamento da aquisição ainda depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e do cumprimento de outras condições suspensivas. 

Este contrato ocorre em meio ao processo de entrada da Raízen no mercado financeiro, que protocolou ainda nesta segunda-feira, 07, a minuta do prospecto preliminar na CVM. 

A companhia já havia comunicado na quinta-feira, 03, que protocolou o pedido de registro da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), que poderá movimentar entre R$ 10 bilhões e R$ 13 bilhões, um dos maiores IPOs da história na bolsa de valores brasileira. 

 Foto: Raízen/Divulgação 

Compartilhe:

Compartilhe: