Lucro da Via sobe 103% em um ano, para R$ 132 milhões

Segundo a varejista, o desempenho foi sustentado pelo crescimento no comércio eletrônico e pela reabertura das lojas físicas

via varejo vvar3
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Via reportou seus números do segundo trimestre de 2021, apresentando alta de 103% em seu lucro líquido na comparação com o mesmo período de 2020, para R$ 132 milhões. Segundo a varejista, o desempenho foi sustentado pelo crescimento no comércio eletrônico e pela reabertura das lojas físicas.

O volume bruto de mercadorias (GMV) avançou 51% ante o 2º trimestre do ano passado, ficando em R$ 11,4 bilhões. De acordo com a empresa, cerca de 65% do GMV corresponde às vendas digitais, o equivalente a R$ 7,5 bilhões, incremento de 35,7% na base anual.

Porém, o resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado ficou em R$ 485 milhões, queda de 12,6% em um ano, com a margem recuando 4,4 pontos, para 6,2%.

A retração no indicador foi um reflexo de maiores despesas por conta de maior esforço com marketing e por maiores provisões no setor de serviços financeiros.

No período, a companhia anunciou que atingiu em sua plataforma 70 mil vendedores, enquanto o número de produtos disponíveis (SKUs) disparou de 3 milhões em março do ano passado para quase 30 milhões no final de junho deste ano.

No crediário, a companhia totalizou pouco mais de 4 milhões de clientes ativos em junho, com uma carteira de R$ 4,74 bilhões, aumento de 53% ante mesmo período de 2020.

O banQi, que é o banco digital da Via, atingiu um total de 9,25 milhões de clientes, apresentando crescimento de 40% em comparação com o segundo trimestre de 2020. 

Vale destacar que, em julho, o Banco Central (BC) liberou a licença para o banQi realizar operações de empréstimos e de financiamentos aos clientes e parceiros por plataforma eletrônica.

Outro ponto que a companhia destaca é a sua parte logística, com destaque para expandir o seu pacote de serviços para os sellers do marketplace incluindo o fulfillment. 

Por fim, a empresa aponta que vem apresentando ganho de market share, conforme divulgado pelo Compre & Confie.

Segundo ela, nos últimos sete trimestres, aumentou seu market share online, saindo de 7,8% no 3T19 para 16,4% em julho de 2021, um salto de 8,6 pontos percentuais, aproximando a empresa de sua estimativa, que é de pelo menos 20% de participação de mercado até 2025.

Foto: Via/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Rolar para o topo
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais